Foto: Energepic/Pexels

Recentemente, a Rússia disse que iria banir o Instagram. Agora, na última segunda-feira (14), segundo relatos do Washington Post, o país cumpriu sua promessa e encerrou o acesso ao app, deixando quase 60 milhões de usuários sem acesso à rede social.

A decisão foi tomada após a Meta, empresa dona do Instagram, afirmar em um documento interno que estava “temporariamente” permitindo que “usuários ucranianos peçam violência contra civis e soldados russos no contexto da invasão da Ucrânia”, descreve a Reuters.

Ainda não se sabe se os russos poderão acessar a rede social por meio de VPNs. Alguns usuários relatam que não conseguiram isso, mas ainda não há como determinar se a situação é a mesma para todos.

Como alternativa, os principais criadores de conteúdo do país pediram para seus seguidores se reunirem no Telegram, que ainda opera no país e se tornou uma ferramenta de comunicação importante neste momento.

Não há como afirmar quando (e nem se) a Rússia vai reverter a decisão sobre o Instagram. O país já bloqueou o Facebook e o Twitter, além de tornar ilegal qualquer publicação que tenha conteúdo que desafia a linha oficial do governo.

A Rússia considera as redes sociais de fora do país uma ameaça. Portanto, é bastante improvável que sua posição mude no futuro.

Via: Engadget

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.