Quem esteve antenado às redes sociais nas últimas semanas certamente presenciou as repercussões em torno da série “Squid Game”, conhecida como “Round 6” aqui no Brasil. E o hype é bem compreensível, já que a própria Netflix admitiu que a obra é a maior série da plataforma de streaming de todos os tempos.

À CNN, a companhia revelou que a série “Round 6” foi vista por 111 milhões de contas do mundo todo desde sua estreia na Netflix, em 17 de setembro. A produção conseguiu superar a incrível marca de “Bridgerton”, que contabilizou 82 milhões de visualizações em apenas 28 dias.

O sucesso de “Round 6”

Como prova do sucesso, “Round 6” já ocupa a primeira posição das top 10 melhores séries da Netflix em 94 países ao redor do mundo — inclusive, é a primeira série coreana da plataforma a chegar no topo nos Estados Unidos. Não à toa, a obra obteve uma pontuação de 91% no Rotten Tomatoes, tornando-se um verdadeiro fenômeno.

“Quando começamos a investir em séries e filmes coreanos em 2015, sabíamos que queríamos fazer histórias de classe mundial para os principais fãs de conteúdo K na Ásia e no mundo”, revelou Minyoung Kim, vice-presidente de conteúdo da Netflix para Ásia-Pacífico, com exceção da Índia.

“Hoje, o ‘Squid Game’ ultrapassou os nossos sonhos mais loucos”, completou o executivo.

Claro, é preciso lembrar que os dados são da própria Netflix e que a contagem da plataforma não significa que todos assistiram ao “Round 6” do início ao fim, mas sim, pelo menos dois minutos da série.

Mas tendo em vista que a companhia possui cerca de 209 milhões de assinantes no mundo todo, isso significa que mais da metade dos usuários globais da plataforma resolveram, ao menos, dar uma “espiadinha” no mais recente sucesso das telinhas.

Vazamento revela número de assinantes brasileiros

E por falar em número de assinantes, uma gafe do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) acabou revelando o número de usuários da Netflix aqui no Brasil: 19 milhões. O número era tratado como uma “caixa preta” pela plataforma, mas um documento privado foi colocado em modo público por engano.

O documento, obtido pela Notícias da TV, tratava-se de uma manifestação da associação Neo TV, que representa a fatia de 2,5% formada por pequenas operadoras de TV paga do Brasil, contra a fusão entre WarnerMedia e Discovery.

App da Netflix aberto em Smart TV

Engano fez com que órgão brasileiro revelasse o número de assinantes da Netflix no Brasil. Foto: freestocks/Unsplash

“É verdade que as plataformas de streaming conquistaram muitos clientes nos últimos anos, mas também é nítido que parcela relevante dos consumidores considera os serviços OTT como complementares à TV por assinatura — a Netflix, por exemplo, já foi capaz de conquistar 19 milhões de assinantes no Brasil sozinha”, informava um trecho do documento.

Os números são referentes a janeiro deste ano, o que abre a possibilidade de a taxa de assinantes ter superado a marca dos 20 milhões. Em resposta ao vazamento, a Netflix afirmou que vai apurar os fatos. O Cade, por sua vez, disse que não comentará sobre o caso.

Fonte: CNN

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *