Imagem: Sony Group

Apesar de ser um dos principais chamarizes dos consoles next-gen da Sony e Microsoft, o uso do ray tracing nos jogos ainda é tímido e a tecnologia parece ainda não ter mostrado a que veio. Agora, uma novidade da fabricante japonesa pode mudar esse cenário e aprimorar o recurso no PlayStation 5.

Ray tracing aprimorado no PS5?

Mesmo trazendo um hardware consideravelmente mais avançado que o de seus antecessores, tanto o PS5 quanto o Xbox Series X/S precisam fazer concessões na hora de rodar jogos com o ray tracing ativado.

A tecnologia exige tanto dos equipamentos que os desenvolvedores acabam tendo que fazer malabarismos para ativar seus efeitos de luz e sombra, reflexos, transparência e iluminação global, incluindo reduzir a resolução do game, sua taxa de quadros por segundo ou até mesmo ambos.

Uma nova patente do Sony Group, no entanto, promete transformar esse jogo. A ideia, aqui, é utilizar um sistema de super-resolução semelhante ao que é visto em tecnologias de escalonamentos de imagens como DLSS (Nvidia) e FSR (AMD), mas com foco exclusivo em aplicações que utilizem ray tracing.

Inicialmente, a ferramenta que recorre a algoritmos de inteligência artificial e aprendizado de máquina para gerar imagens em alta definição a partir de resoluções menores mira vídeos em computação gráfica. No entanto, um dos líderes do projeto não descarta a possibilidade do recurso ser utilizado em outras áreas do entretenimento, como jogos.

Some a isso o fato de que Mark Cerny, engenheiro-chefe de arquitetura do PlayStation 5, também registrou uma patente para melhorar as funcionalidade de ray tracing, e fica clara a importância do ray tracing para a Sony no mercado de games.

Via: TechRadar

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.