Em poucas palavras, Ray Tracing é uma técnica avançada e realista de sintetizar luz e sombras em uma cena. Se preferir, tecnicamente falando, é um algoritmo de computação gráfica usado na renderização de imagens 3D.

A tecnologia não é nova; mas sua chegada no mundo dos games é recente. Em 2018, a Nvidia – principal fabricante de placas de vídeo (GPU) – classificou o método de síntese de imagens como o “santo graal” da performance gráfica a partir do lançamento da Turing, a oitava geração de arquiteturas de GPU da marca e a primeira do mundo com suporte a Ray Tracing.

Até pouco tempo atrás, o Ray Tracing era “menos comum”, claro, por limitações técnicas. No cinema (e até na TV) a técnica era aplicada usando o poder computacional de diversas máquinas e sempre depois do filme pronto, nunca em “tempo real” – o grande desafio de trazer a tecnologia para os games.

Este vídeo produzido pela Nvidia mostra como o Ray Tracing funciona:

Ray Tracing em tempo real

Foram anos de pesquisa, desenvolvimento e muita engenharia para chegar ao nível atual de realismo nos jogos. Hoje, com placas de vídeo baseadas em inteligência artificial e cada vez mais poderosas, vivemos um momento de imagens cada vez mais realistas e impressionantes marcando definitivamente uma nova geração de games.

Ray Tracing: entenda a tecnologia “da moda” nos games

Super Mario 64 recebe port para PC com Ray Tracing

Essas GPUs são capazes de prever e entregar o resultado final da iluminação de uma cena completa a partir de apenas um raio por pixel, de forma que a placa não precisa processar bilhões de raios em tempo real – um avanço sem precedentes.

Os resultados do Ray Tracing

Bom, já deu para entender que o Ray Tracing é a técnica de renderização capaz de produzir efeitos impressionantes e realistas de iluminação em uma cena, certo? Funciona assim: um algoritmo de inteligência artificial rastreia o caminho da luz e, em seguida, simula a maneira como ela interage com os objetos virtuais.

Esse “rastreamento de raios” (tradução literal de Ray Tracing) permite criar sombras e reflexos muito mais realistas; isso sem contar a translucidez (capacidade de enxergar através) e dispersão muito aprimoradas.

Call of Duty Modern Warfare com Ray Tracing

Call of Duty: Modern Warfare com Ray Tracing

O algoritmo basicamente simula como o olho humano processaria luz real, sombras e reflexos. Por exemplo, dependendo de como a luz chega a determinados objetos no mundo, ela afeta inclusive as cores que enxergamos – isso já acontece nos games!

Cadê o Ray Tracing?

Os últimos lançamentos referentes a videogames compatíveis com a tecnologia Ray Tracing são o Playstation 5, da Sony, e os Xbox Series X/S, da Microsoft.

Além disso, a Nvidia está constantemente atualizando a lista de jogos com suporte à nova forma de renderização; hoje, entre eles estão Cyberpunk 2077, Call of Duty: Modern Warfare, Minecraft e muitos outros – isso sem contar os inúmeros mods criados por entusiastas que “implementam” o Ray Tracing em outros títulos deixando jogos como GTA ou Red Dead Redemption 2 com imagens super realistas.

Red Dead Redemption 2 com mod de Ray Tracing

Red Dead Redemption 2 com Ray Tracing – Reprodução: Digital Dreams

Além da Nvidia, nos PCs, desde o fim de 2020 a AMD também começou a liberar o Ray Tracing para algumas de suas placas de vídeo. E, este mês, em uma parceria com a Samsung, a AMD anunciou o trabalho em um chip para celulares com suporte a Ray Tracing também.

As placas de vídeo compatíveis com o Ray Tracing

Nos computadores, quem quiser usufruir do Ray Tracing para deixar os seus gráficos mais realistas, claro, precisa ter uma placa de vídeo compatível com a tecnologia. No caso da Nvidia, o suporte para o Ray Tracing começa com os modelos da série RTX 20 e 30; ja na AMD, o suporte ao recurso começa na linha RX 6000.

Nvidia RTX 30

Reprodução: divulgação/Nvidia

Apesar das placas de vídeo das linhas mencionadas terem o suporte ao recurso, vale lembrar que o resultado pode variar de acordo com as otimizações do jogo e também da configuração do computador.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *