Na semana passada, a MediaTek informou que planeja construir um chipset de arquitetura ARM para o Windows. O projeto até pode acontecer no futuro, mas não agora. Isso porque a rival Qualcomm tem um acordo de exclusividade com a Microsoft, o que explica esse “monopólio” entre os SoCs da empresa e o sistema operacional da big tech.

A informação é do portal gringo XDA-Developers. Embora a Microsoft tenha falado publicamente que qualquer um poderia construir chips para Windows on ARM, o portal afirma que Qualcomm e Microsoft trabalharam juntas para a transição dessa arquitetura — presente em celulares e Macs — para os PCs.

Essa união, derivada de um acordo entre as empresas firmado em 2016, deu à Qualcomm uma exclusividade para a construção de chipsets com essa arquitetura em PCs com o sistema operacional da big tech desde então, razão pela qual os chips da Qualcomm figuraram em todos esses dispositivos. Mas isso está prestes a mudar.

Fim do monopólio para o Windows on ARM?

Isso porque segundo fontes familiarizadas com o acordo, essa exclusividade deve expirar muito em breve. Infelizmente, não foram divulgadas mais informações sobre quando o acordo será encerrado — apenas sabe-se que é essa a “pedra no sapato” que impede a negociação com outros fornecedores.

De todo modo, isso indica uma ótima oportunidade para fabricantes como Samsung, MediaTek e até mesmo a Apple, com seus chips M1, fornecerem processadores com suporte ao Windows on ARM. Isso abriria espaço até mesmo para chipsets próprios da Microsoft em desenvolvimento baseados na arquitetura.

Talvez isso explique a declaração da MediaTek de entrar de cabeça neste segmento. A partir de agora, é bem provável que o mercado — além da Microsoft, é claro — fique de olho para oportunidades que serão abertas muito em breve. E mais competitividade pode significar SoCs ainda melhores.

Fonte: XDA-Developers

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *