Imagem: Jezael Melgoza / Unsplash

No ano passado, a Sega anunciou uma parceria com a Microsoft para o “Super Game“: um projeto para produção de “jogos globais em larga escala” sob o guarda-chuva da cloud gaming. Poucos detalhes haviam sido divulgados, mas uma recente entrevista deu luz ao tal projeto.

Mais detalhes sobre o Super Game da Sega

Na conversa publicada no site de recrutamento da Sega Japan, o vice-presidente executivo da companhia, Shuji Utsumi, explicou que o “Super Game” vai abranger uma ampla variedade de games AAA — títulos de grande porte e que envolvem orçamentos significativos.

“Definimos ‘Super Game’ como o desenvolvimento de títulos AAA que cruzam a ampla gama de tecnologias da Sega, e pretendemos alcançar isso em nosso plano de cinco anos […] Vários títulos estão sendo desenvolvidos dentro da estrutura do Super Game e, embora cada título varie, não há dúvida de que serão títulos interativos que vão além da estrutura tradicional dos jogos”, revelou Utsumi.

Executivos da Sega que participaram da entrevista

Executivos que participaram da entrevista – Imagem: Divulgação/Sega

Apesar de não exemplificar um exemplo de título Super Game, o executivo afirmou que esses jogos devem atender a quatro critérios: multiplataforma, suporte multilíngue global, lançamento mundial simultâneo e “rótulo” AAA.

Já Katsuya Hisai, gerente geral da desenvolvedora, acrescentou que “vários projetos estão em andamento para o Super Game” e que “cerca de 50 pessoas já estão envolvidas nesta fase inicial”. O número total de funcionários ao final do projeto deve contabilizar “várias centenas”.

Projeto deve envolver nuvem e NFTs

Mantendo o clima de mistério, Masayoshi Kikuchi, produtor da Sega, deu a entender que o projeto também pode envolver jogos em nuvem e NFTs, já que o executivo enxerga ambas as tecnologias como parte do futuro dos games.

“É uma extensão natural para o futuro dos jogos que se expandirá para envolver novas áreas, como jogos em nuvem e NFT. Também estamos desenvolvendo o Super Game da perspectiva de até que ponto diferentes jogos podem ser conectados uns aos outros”, disse Kikuchi.

Vale ressaltar que a parceria entre Sega e Microsoft anunciada no ano passado trazia o intuito de explorar a plataforma de nuvem Azure, do Xbox. Além disso, a própria desenvolvedora (e publicadora) japonesa registrou uma marca “Sega NFT” em janeiro deste ano. Ligando os pontos, as coisas começam a fazer sentido.

Logo Sega NFT

Logo da marca Sega NFT – Imagem: Reprodução

É certo que muitas dúvidas ainda permanecem, mas o recado foi dado: o Super Game vai envolver títulos robustos e possivelmente vai incluir nuvem ou NFTs em seu projeto.

Via: Video Games Chronicle

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.