A procura por placas de vídeo segue bastante em alta, seja por parte dos jogadores ou de quem está investindo na mineração de criptomoedas. Já este item, que enfrenta problemas como a escassez de chips para ser produzido, está com um preço mais alto do que o comum, de acordo com um estudo.

Uma pesquisa feita pelo site alemão 3DCenter mostra que placas de vídeo da AMD tiveram seu preço reduzido nas semanas passadas, mas que agora os modelos com a arquitetura RDNA 2 estão com o seu valor aproximadamente 90% acima do preço sugerido para venda. Já no caso de placas Ampere da Nvidia, o preço chega a ficar até 95% acima do valor sugerido.

Gráfico de preços de placas de vídeo

Imagem: 3DCenter

Apesar do caso recente de aumento do preço, a verdade é que os preços vistos agora são bem maiores quando comparados aos que foram praticados em outubro. Não apenas isso, os preços das placas da série RTX 30 são os maiores já vistos desde julho e chegam a custar mais que o dobro do preço de seu lançamento.

Escassez de placas de vídeo deve continuar

De acordo com uma declaração recente dada por Jensen Huang, a “crise dos chips” para a produção de placas de vídeo deve continuar até pelo menos 2023. Dessa forma, por causa dos problemas para a produção dos produtos, ainda deve levar um tempo até que o preço das placas seja normalizado.

Além da alta procura por placas de vídeo para a mineração, principalmente para a criptomoeda Ethereum, conforme aponta o site Digital Trends, scalpers também têm contribuído para que um alto preço seja visto neste tipo de produto.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *