Imagine um mecânico com US$ 100.000 na conta e que nunca viu graxa na vida, e nem precise distinguir um carburador de um radiador. Essa é a história de Robert Doyle, de 37 anos, investidor do metaverso Polka City.

POLC é a criptomoeda do Polka City, uma plataforma no metaverso que ainda nem está totalmente funcional mas se descreve no roadmap como o “GTA das criptomoedas”, uma alusão ao Grand Theft Auto. O metaverso é um ambiente virtual onde podem ser trocados itens ou mercadorias digitais (NFTs).

Oficina de US$ 100.000 no metaverso NFTs

Oficina de US$ 100.000 no metaverso NFTs – (Imagem: Reprodução)

Doyle possui também um banco no metaverso e a evolução de suas carteiras foi revelada ao Markets Insider. O “mecânico” virtual acha que ganhou pouco ainda pois, de fato, a plataforma ainda nem foi lançada totalmente. O Polka City começou a vender NFTs em 2021 mas ainda está em pré-lançamento.

Vem aí: empréstimo “camarada” em NFTs com 25% de juros

A valorização dos tokens de Doyle foi de 500% em 12 meses. Ele possui 111.646 POLCs, e com a cotação de 17 de dezembro, valiam US$ 97.344 com 1 POLC cotado em US$ 0,87. Com o lançamento da plataforma os “clientes” poderão usar a oficina e gerar ainda mais lucro ao seu criador. O banco de Doyle irá trabalhar com empréstimos, com 25% de juros.

NFTs à venda em Polka City

Pitbull, um dos NFTs à venda em Polka City – (Imagem: Reprodução)

Polka City tem ainda galerias de arte e boates virtuais que já vão começar a funcionar até o início de 2022. O investimento inicial de Doyle foi de US$ 23.000 na oficina e US$ 3.500 no banco.

Antes de entrar em NFTs, Doyle era corretor de imóveis. Agora, o “mecânico” virtual deixou a antiga profissão e fundou uma empresa de pesquisa em criptomoedas, a Cryptonairz. Para ele, o investimento tinha riscos e é preciso sempre estudar o mercado e acompanhar o desenvolvimento da moeda, além de acompanhar a comunidade do metaverso ao qual está relacionado.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *