Um atualização do Android Studio, ferramenta da Google para desenvolvedores mobile, revelou que o problema de fragmentação de versões do sistema operacional segue firme e forte em 2021. Afinal, o Android 11 ainda está em menos celulares que o Android 10.

Android 11 não assumiu o topo

De acordo com o material compartilhado pela Gigante das Buscas, a edição 2019 da plataforma tem a maior fatia de adoção pelos usuários Android (26,5%). Enquanto isso o Android 11, de 2020, fica em 2º lugar com cerca de 24,3% das instalações.

Na sequência, temos o Android 9 Pie (18,2%), Android 8.1 Oreo (9,7%) e Android 6 Marshmallow (5,1%). A lista, que pode ser conferida na íntegra abaixo, revela que a base instalada do SO da Google nos celulares ainda é preocupantemente pulverizada.

Android fatia de mercado

Imagem: Reprodução/Android Police

Embora não pareça tão mal que cerca de 50% dos consumidores estejam em versões recentes do sistema, incluindo o Android 11, fica claro que o comportamento dos usuários é bem diferente do pessoal do iPhone, que costuma migrar massivamente para edições mais atualizadas do iOS.

Diferentes estratégias

Por que isso acontece? Os motivos podem ser diversos. Enquanto a Apple tem um número reduzido de dispositivos para atualizar, a Google conta com uma rede numerosa de parceiros que fabricam uma infinidade de aparelhos. Muitos dos smartphones utilizam interfaces ou modificações que atrasam a disponibilização de updates do Android.

Além disso, a própria Gigante das Buscas não pressiona seus usuários por atualizarem seus celulares da mesma forma que a Empresa da Maçã. No caso dos iPhones, não só os alertas de atualização são constantes, como as versões antigas do sistema ficam defasadas de recursos e novidades rapidamente.

Pixel 6

Imagem: Google

Não parece que a Google deve mudar de estratégia tão cedo para seguir a concorrente, já que o próprio sucessor do Android 11 – o Android 12 – só está disponível nos celulares da família Pixel 6 e deve chegar a poucos modelos de terceiros no futuro próximo.

Fonte: TechRadar

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *