Imagem: Shutterstock

Em junho, a Sony trouxe para o Brasil os novos planos da PS Plus. Agora, são três tipos de assinatura por aqui: Essential, Extra e Deluxe.

A primeira opção oferece os mesmos benefícios já disponíveis anteriormente no sistema de assinaturas da empresa, como 3 jogos gratuitos por mês, possibilidade de jogar online, salvamento na nuvem e descontos em diversos títulos.

Os outros dois chegam com camadas de possibilidades para os jogadores, já que oferecem um extenso catálogo de títulos para serem baixados e jogados. No entanto, a grande diferença é que, enquanto o Extra oferece games de PS4 e PS5, o plano Deluxe também traz títulos clássicos, de PS1, PS2 e PSP para os jogadores.

Após algumas semanas de testes, o TecMasters tem um veredito sobre a nova PS Plus. Quer saber se a oferta vale a pena? Confira nossa análise.

Preços

PS Plus

Imagem: Sony

Como dito, o Essencial é o que os jogadores estão acostumados, com jogos mensais de PlayStation 4 e PlayStation 5, possibilidade de jogar online e armazenamento em nuvem. Por conta disso, o preço não muda, portanto, o pagamento anual continua os mesmos R$ 199 (R$ 34,90 por mês e R$ 84,90 por três meses).

No caso do Extra, os jogadores têm acesso a todos os benefícios do plano Essencial, além de um catálogo de jogos de PS4 e PS5 que podem ser jogados. Aqui, o preço é de R$ 339,90 anual, R$ 139,90 trimestral e R$ 52,90 mensal.

Por fim, o plano mais robusto é o Deluxe, que reúne tudo o que os planos acima oferecem e acrescenta diversos jogos clássicos – de PS1, PS2 e PSP – ao catálogo. Portanto, os jogadores terão games de quase todas as gerações de consoles da Sony.

O montante de benefícios também traz um custo, o que torna a assinatura a mais cara de todas, sendo oferecida por R$ 389,90 por um ano. As outras opções são três meses por R$ 159,90 e um mês por R$ 59,90.

Catálogo

Catálogo PS Plus

Imagem: TecMasters

É aqui que as coisas ficam mais claras em relação à diferença de preço entre os serviços. O pacote Essencial não tem nada de novo, portanto, é só para quem não deseja ter acesso a nenhum jogo extra durante a assinatura.

Já o pacote seguinte, o Extra, oferece, além dos benefícios do Essential, um catálogo com mais de 200 jogos de PS4 e PS5 para os jogadores. São grandes games da plataforma, incluindo exclusivos.

Por fim, o pacote Deluxe traz alguns games de plataformas anteriores da Sony. No entanto, aqui vai o primeiro ponto. Apesar da diferença considerável de valor entre as ofertas, a versão mais cara não oferece uma lista muito grande de títulos clássicos – são cerca de 50 games.

Há a promessa de novidades no futuro e, por conta disso, não é justo avaliá-lo por esse ponto por enquanto. Mesmo assim, tenha em mente que, caso seja um fator determinante que o faça optar pelo mais caro, ainda não há muitos games de consoles anteriores.

O grande destaque mesmo do catálogo é a presença de muitos RPGs – o que era de se esperar, já que o PlayStation é basicamente a casa deles. Portanto, ver a variedade apresentada, que varia entre triple A e jogos de desenvolvedoras independentes, faz com que se descubra muita coisa boa por ali.

Migração de plano

Nova PS Plus

Imagem: TecMasters

Para aqueles que possuem uma oferta ativa de planos Essential – já que todos os assinantes da PS Plus anterior foram automaticamente transferidos para essa modalidade -, é possível realizar a migração para uma das ofertas mais caras pagando uma diferença.

A questão é que, de acordo com a quantidade de meses – ou anos – restantes de assinatura, o preço pode aumentar – e muito. Portanto, dependendo de quanto tempo ainda falta de assinatura, o valor pode ficar bem caro e deve ser pago à vista – o que pode pegar algumas pessoas desprevenidas.

Conclusão

PS Plus Collection

Imagem: Miguel Lagoa/shutterstock.com

A nova PS Plus chega com a proposta de aumentar as possibilidades para os consoles da Sony. No entanto, por se tratar do começo, pode ser que o serviço não agrade a todos – seja pelo catálogo pequeno de jogos clássicos ou até mesmo pelo preço.

De qualquer forma, a estratégia da Sony parece ter funcionado, já que cada vez mais jogadores estão aderindo a uma nova camada do serviço para ter acesso aos games oferecidos.

Porém, é importante lembrar também que alguns títulos devem ser retirados do catálogo todos os meses à medida que novos entram. Isso, segundo a Sony, fará com que eles se tornem inacessíveis, mesmo que já tenham sido baixados pelos jogadores.

Mesmo assim, a nova PS Plus é uma boa pedida para pessoas que acabaram de comprar um console e não possuem muitos dos jogos oferecidos. Já para quem costuma comprar jogos em promoção, é provável que grande parte do catálogo não seja novidade.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.