Imagem: Twitter/DannyINTEL

A Riot Games revelou novos planos para os Esports do Valorant, incluindo três ligas continentais que representarão o nível mais alto do cenário competitivo na temporada de 2023.

O novo modelo pretende incorporar parcerias de longo prazo sem taxas de inscrição para um número selecionado de equipes. O objetivo é garantir a estabilidade do Esport que mais cresce no mundo, de acordo com comunicado da empresa. Para apoiar essa iniciativa, a Riot Games lançará novos recursos e eventos.

Três novas ligas continentais contarão com disputas semanais entre as melhores equipes do mundo. Nas três ligas continentais, compostas respectivamente por equipes das Américas, Europa e Ásia, os melhores jogadores se enfrentarão em eventos presenciais com plateia (caso as condições de saúde e segurança permitam no momento da realização dos eventos).

Ao longo do ano, as melhores equipes de cada liga se classificam para duas competições Masters internacionais e para o Valorant Champions, evento que coroará uma única equipe como Campeã Mundial do Valorant.

Um novo modo competitivo acessível a todos os jogadores diretamente no cliente do VALORANT e elaborado para identificar os melhores talentos espalhados pelo mundo. Esse modo funciona como um complemento da Tabela de Classificação existente, dando aos jogadores novas metas acima das ranqueadas.

O lançamento das novas ligas domésticas, que fornecerão mais oportunidades para novos talentos alcançarem as ligas continentais. As melhores equipes do modo competitivo presente no cliente terão a oportunidade de competir contra os melhores talentos de suas regiões em suas respectivas ligas domésticas.

Fade, nova agente de Valorant

Fade, agente da Valorant – (Imagem: Reprodução/Twitter)

Esports Valorant terá isenção de taxas para algumas organizações

A Riot Games abrirá novos caminhos no cenário competitivo dos Esports com a isenção de taxas de inscrição ou participação para algumas organizações, firmando assim parcerias duradouras.

“Queremos fazer do Valorant o Esport mais emocionante dos dias atuais juntamente com as equipes mais ambiciosas, inovadoras e bem gerenciadas dessa indústria. Elaboramos nosso modelo de parcerias de longo prazo visando o crescimento dos negócios de nossos parceiros em paralelo ao crescimento dos Esports do Valorant”, afirmou Whalen Rozelle, Líder de Operações de Esports na Riot Games. “Queremos firmar parcerias bem-sucedidas de longo prazo e, para alcançarmos isso, vamos isentar algumas organizações de qualquer taxa de inscrição ou de participação. O objetivo é permitir que nossos parceiros invistam seus recursos no apoio a seus profissionais e aumentem sua base de fãs por meio da criação de conteúdos de qualidade para os fãs.”

Ao longo de 2022, a Riot Games pretende realizar um processo de inscrição seletiva a fim de identificar as melhores parcerias de longo prazo, que ajudarão a transformar o Valorant Esport. As equipes que atenderem aos critérios de seleção receberão apoio financeiro da Riot Games por meio de uma bolsa anual e a oportunidade exclusiva de colaborar com produtos e ações exclusivos no jogo. As equipes parceiras também poderão distribuir conteúdo de marca dos Esports, permitindo que os atuais 15 milhões de jogadores mensais do Valorant mostrem sua torcida enquanto assistem e jogam.

Valorant Mobile

Imagem: Twitter/DannyINTEL

“Juntos, todos esses elementos vão contribuir para um ecossistema competitivo que levará o Valorant ao seu próximo estágio de crescimento”, disse John Needham, Presidente de Esports da Riot Games. “Queremos construir o nível mais alto de competição, com partidas eletrizantes, novos eventos para animar o público presencial e experiências atrativas para milhões de fãs online. Usaremos tudo que aprendemos com os Esports do LoL nos últimos 10 anos para criar um ecossistema que transformará o Valorant no próximo grande Esport multigeracional.”

Em 2017, a Riot Games foi a primeira distribuidora de jogos a apresentar uma parceria permanente com os Esports de League of Legends (LoL Esports). Esse modelo de negócios criou uma parceria formal entre as equipes e a Riot Games, permitindo que todos investissem para alcançar uma visão unificada de longo prazo. Desde 2017, esse modelo foi adotado por ligas na América do Norte, Europa, China, América Latina, Coreia, Brasil, Turquia e em toda a indústria dos Esports. Com essa iniciativa, os jogadores passaram a ganhar salários mais altos e contar com sistemas de apoio mais sólidos, enquanto as equipes foram capazes de criar mais planos para o futuro.

As parcerias permanentes do ecossistema da Riot Games também ganharam valor, atraindo vários talentos — tanto dos Esports quanto dos esportes tradicionais. Esse relacionamento formal entre a empresa e as equipes permitiu que houvesse uma colaboração próxima em eventos ambiciosos, experiências digitais e na criação de uma experiência de Esports realmente imersiva.

Após um Beta Fechado que atingiu a incrível marca de 1,7 milhão de espectadores simultâneos na Twitch, o Valorant rapidamente se tornou o Esport com maior crescimento em 2020. Para apoiar o cenário competitivo, a Riot Games lançou Valorant Champions Tour, um circuito global com um ano de duração que conta com três níveis competitivos: Challengers, Masters e Champions. As equipes competem em eventos regionais do nível Challengers e se classificam para os eventos internacionais Masters com o objetivo de conseguir uma vaga no Champions, um campeonato de duas semanas onde uma equipe é coroada Campeã Mundial de Valorant. Essa disputa global de uma temporada contará com competições na América do Norte, América do Sul, Europa e Ásia.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.