Imagem: DCL "650" on Unsplash

Muita gente especula que a Netflix pode dar um tiro pela culatra ao decidir fazer uma cobrança extra para contas compartilhadas com pessoas de fora do mesmo domicílio. Cálculos feitos por analistas, no entanto, mostram que o lucro com essa nova estratégia pode superar – e muito – seus efeitos colaterais.

Segundo especialistas da Wall Street, o serviço de streaming pode faturar bilhões anualmente apenas com a implementação dessa taxa adicional.

Netflix e sua ideia que dá bilhão

Em uma matéria publicada nesta quarta-feira (23) na Variety, analistas da Cowen & Co.afirmam que a cobrança de 2 a 3 dólares por dois acessos adicionais e externos a uma conta da Netflix pode trazer uma receita anual na casa de US$ 1,6 bilhão à plataforma – um número equivalente a R$ 7,7 bilhões, em conversão direta.

Se a análise se tornar verdadeira, o valor pode elevar em até 4% a projeção de receita global do streaming para o ano fiscal de 2023, que hoje está na casa dos US$ 38,8 bilhões. Claro que isso depende de a mudança no sistema de assinatura ir além dos países testando o recurso no momento (Chile, Costa Rica e Peru).

Netflix

Imagem: Shutterstock

O cálculo da firma de análise de mercado levou em consideração pesquisas mensais feitas nos EUA com mais de 2.500 consumidores e assume um modelo no qual metade dos não-pagantes passam a se tornarem clientes da Netflix. Desse montante, 50% migrariam para a cobrança extra e outros 50% criariam uma nova conta com preço cheio.

Outros analistas, no entanto, fazem o raciocínio inverso e acreditam que oferecer uma alternativa mais barata de acesso ao serviço pode efetivamente canibalizar o crescimento das assinaturas tradicionais do serviço e fazer a Netflix perder tração.

Fonte: Variety

Comentários

1

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Carlos Eduardo
    23 de março de 2022 - 20:19

    Pronto agora nem pode mais pegar conta emprestada pra assistir 🙁