Imagem: Rokas Tenys/Shutterstock

Parece até um enredo de novela mexicana, mas é apenas mais um dos desdobramentos da aquisição do Twitter pelo bilionário Elon Musk. A bomba da vez é que o dono da Tesla e do SpaceX está suspendendo temporariamente a negociação em virtude de contas fakes ou de spam na plataforma.

Segura a operação aí, Twitter

Calma, esses perfis fakes do Twitter não se juntaram para fazer ameaças à Musk ou algo do tipo. Na verdade, a operação — que envolve cerca de US$ 44 bilhões — foi “congelada” para que as investigações comprovem que perfis falsos ou de spam da plataforma representem o baixo índice apontado em estimativas recentes.

“O acordo do Twitter está temporariamente suspenso, à espera de detalhes que sustentem o cálculo de que contas falsas e de spam representem, de fato, menos de 5% dos usuários”, tweetou o bilionário na manhã desta sexta-feira (13).

 

Querendo ou não, a suspensão faz sentido. Gastar US$ 44 bilhões por uma rede social com menos usuários (reais) do que realmente diz ter não seria algo justo. E, embora Elon Musk seja bastante contestado, ele é esperto o suficiente para não sair no prejuízo.

Twitter

Imagem: Joshua Hoehne/Unsplash

Vai ou não vai, Musk?

O tweet de Musk causou um alvoroço no mercado. Na pré-abertura do pregão da bolsa de Nova York (NYSE), os papéis da rede social do pássaro chegaram a cair 10,96% em valores. Às 10h35 (horário de Brasília), as ações da plataforma estavam sendo negociadas a US$ 40,93 — baixa de 9,21%

A boa notícia é que Elon Musk publicou que seguirá comprometido para fechar o negócio. É incerto se um índice de contas falsas e de spam superior a 5% poderia “melar” o negócio, mas a primeira hesitação pública após a aprovação da oferta no dia 2 de maio pode indicar que uma reviravolta é realidade.

Via: IGN

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.