Microsoft Windows

Como sempre acontece, as atualizações mensais do Windows trazem diversas correções para o sistema operacional da Microsoft. Com o update de abril não seria diferente. Segundo a empresa, foram mais de 100 mudanças implementadas com o download.

No total, 128 vulnerabilidades foram corrigidas em vários produtos da Microsoft – incluindo o Windows, o antivírus Defender e o Office. Desse total, 10 foram classificadas como “críticas”; 115 como “importantes”; três são ameaças “moderadas”; uma é “publicamente conhecida”; e a última foi “ativamente explorada”.

Citando a falha explorada ativamente, há a CVE-2022-24521, uma vulnerabilidade de elevação de privilégio encontrada no Windows Common Log File System. O problema foi descoberto pelos pesquisadores da Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA).

Mas além dela, outras 18 falhas estavam ligadas ao Windows DNS Server – alguns, inclusive, com riscos de execução remota.

Atualizações mensais da Microsoft devem mudar

A Microsoft revelou que, a partir de julho, vai mudar o esquema de entrega dessas atualizações. Os patchs começarão a ser entregues a partir de um novo serviço chamado Windows Autopatch, que manterá todos os computadores corporativos e o software Office atualizados automaticamente.

Os usuários que têm pelo menos uma licença do Windows 10 ou Windows 11 Enterprise E3 devem receber a nova ferramenta assim que for lançada.

Via: TechRadar

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.