O grande astro do basquete, Michael Jordan, anunciou que irá lançar um aplicativo para facilitar a vida de atletas que queiram vender NFTs. A novidade trouxe muito interesse no Twitter. Infelizmente, entretanto, o lançamento foi ofuscado por um problema já clássico de marcas online: sequestraram o domínio do astro, heir.app.

Heir é o nome do aplicativo que foi criado pelo herdeiro de Jordan, Jeffrey. Screenshots do aplicativo e um comunicado sobre o projeto no antigo domínio ainda podem ser vistos online. Entretanto, ao acessar o domínio, há apenas um formulário para quem tiver interesse em comprar o endereço heir.app mandar um email.

Aqui é que a história da venda de NFTs de Jordan fica complicada

Em resposta a um email enviado pelo TecMasters, fomos informador que o domínio agora está à venda por US$ 50.000 – ou mais. O vendedor está recebendo propostas e afirma que já tem um comprador em mente, mas venderá para quem der o maior lance. Ele não disse exatamente quanto espera receber com o negócio.

Quando perguntado como conseguiu o domínio, o vendedor dá a entender que quem registrou a URL esqueceu de pagar taxas junto ao órgão de registro. Uma busca no Whois revela que a registrante é a Google com seu serviço Get.app. No entanto, o atual dono do registro não é exibido, com o dado tendo sido ocultado por motivos de privacidade.

O Heir recebeu US$ 10,6 milhões de investimento e a empresa dona do projeto é a Heir Incorporated. NFTs são itens únicos digitais autenticados em blockchain e podem ser trocados como colecionáveis, como figurinhas digitais de atletas.

O projeto terá imagens de jogadores de primeira linha da NBA e WNBA – a liga feminina de basquete –, assim como novas estrelas do esporte na NCAA. O lançamento ocorre logo depois que Nike e Adidas divulgaram investimentos em NFTs.

No Heir, os atletas poderão vender um número limitado de itens com acesso prioritário para fãs na blockchain Solana. Os usuários também poderão juntar-se ao círculo de amizades de determinados atletas para ter extras, como experiências imersivas. Os lugares serão bastante disputados.

Na venda inicial dos NFTs, os atletas receberão 80% do lucro, enquanto o Heir levará 20%. Vendas seguintes de NFTs serão divididas 50/50.

Entre os investidores públicos do Heir estão Lonzo Ball, as empresas Thrive Capital e Solana Ventures, e o co-fundador do Reddit Alexis Ohanian, o vice-presidente e o conselheiro experiente em basquete do New York Knicks, William Wesley.

Tomou toco?

A Heir tinha até lançado uma lista de espera para suas ofertas, mas, até o domínio voltar ou algo novo ser lançado, seu lançamento deve demorar um pouco mais. Avisaremos assim que soubermos de algo.

Com informações da Input Mag.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *