Foto: Jeshoots.com/Pexels

Apesar do baixo estoque dos videogames de última geração em todo o mundo, os gastos com jogos de consoles, hardware e serviços atingiram o valor recorde de US$ 60 bilhões em 2021, segundo estudo da Ampere Analysis.

Poderia ser mais. No relatório, a consultoria explica que o crescimento foi freado pela baixa disponibilidade de PlayStation 5 e Xbox Series X|S. Por outro lado, o preço mais alto em comparação aos modelos de geração anteriores contribuiu para o recorde.

console da Sony PlayStation 5

Imagem: Divulgação

Um raio-x do mercado de consoles

O resultado expressivo do crescimento de serviços de jogos por assinatura – como o Game Pass – chama atenção. Estima-se que as receitas combinadas do Xbox Live Gold, Xbox Game Pass, Xbox Game Pass Ultimate, PlayStation Plus, PlayStation Now e Nintendo Switch Online representem 19% de todos os gastos com conteúdo de jogos.

Por outro lado, cada vez menos gente compra jogos físicos; é a primeira vez que os gastos totais com software ficam abaixo de 30% dos gastos totais. A Ampere Analysis prevê que a queda continue em 2022 com uma participação cada vez maior do digital.

Game Pass console

Imagem: Diego Thomazini/shutterstock.com

Sony lidera o segmento

Segundo a análise, a Sony continua a ser líder de mercado no segmento de consoles, respondendo por 46% de todas as receitas geradas. A participação da Nintendo ficou em 29% – 2% a menos que em 2020 – e a Microsoft subiu um ponto percentual, para 25%.

mercado consoles 2021

Imagem: Ampere Analysis

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.