Imagem: Divulgação/TSM

Há quem diga que jogos online são ambientes hostis, mas também existem jogadores dispostos a reverter tal rótulo. Prova disso foi um jogador profissional de Apex Legends que recusou-se a atirar em um oponente desconectado, mesmo durante um torneio valendo US$ 2 milhões.

Fair play no Apex Legends Global Series

O incidente aconteceu no último sábado (9), durante o campeonato Apex Legends Global Series (ALGS). Em um dos rounds, Philip “ImperialHal” Dosen e seus companheiros da TSM avistaram um inimigo solitário e imóvel em uma região de campo aberto. Uma presa fácil, certo?

Errado. Poucos segundos foram suficientes para ImperialHal perceber que, na verdade, o jogador provavelmente havia perdido sua conexão. Mesmo que não haja regras que proíbam atirar em oponentes nessa situação, o player instruiu a seu time para não atirar no inimigo DC.

“Não atirem nele. Não atirem nele. Ele caiu”, disse ImperialHal. “Ele 100% caiu ou algo do tipo. Não atirem neles [time Scarz]”, pediu ImperialHal.

A atitude do jogador da TSM rendeu muitos elogios de fãs e de colegas profissionais. “É o mínimo que todo jogador pode fazer aqui com esses problemas”, respondeu ImperialHal, provavelmente referindo-se aos bugs e problemas de conexão que vêm sendo reportados em Apex Legends.

Felizmente, o ato de espírito esportivo não trouxe nada de negativo: tanto TSM quanto Scarz avançaram no campeonato. Mas o grande prêmio acabou nas mãos da equipe australiana DarkZero, pela segunda vez consecutiva.

Via: TechSpot

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.