Imagem: Shutterstock

Faz mais de 10 anos que a Europa busca um padrão comum para carregadores de tablets e smartphones. No ano passado, a Comissão Europeia apresentou uma proposta que pode decretar o fim dos cabos e conexões do tipo Lightning nos iPhones – pelo menos se a Apple quiser continuar vendendo seus aparelhos por lá.

Nesta semana, membros do Parlamento Europeu concordaram quase por unanimidade com a ideia de definir o USB Tipo C como conexão padrão para dispositivos eletrônicos na região. A proposta preliminar foi aprovada por 43 votos a 2.

Agora, se a sessão plenária aprovar a sugestão, no mês que vem, o Parlamento vai então discutir os detalhes finais da legislação com os governos membros da União Europeia.

Europa se aproxima de lei que pode forçar USB-C nos iPhones

Imagem: Shutterstock

A Apple e o USB-C

A maioria dos fabricantes de smartphones já usa o USB-C como porta padrão. A própria Apple já adotou a conexão nos iPads e MacBooks, mas a gigante de Cupertino ainda resiste a substituir a entrada Lightning dos iPhones.

E a Comissão Europeia não tem nada contra a Apple. A proposta de um padrão único na região visa tanto reduzir a confusão sobre os tipos de cabos que os consumidores usam para diferentes dispositivos e também minimizar o impacto do lixo eletrônico.

carregador iPhone

Imagem: Shutterstock

iPhone 14 pode trazer USB-C

Rumores que surgiram no fim do ano passado indicam que a empresa da maçã pode finalmente implementar uma porta USB-C na linha de 2022 do iPhone. Mas, ao que tudo indica, a novidade estaria presente apenas na versão Pro do novo aparelho – o que atenderia à nova regra na Europa.

Primeiro iPhone com USB-C?

Vale lembrar que o iPhone 14 Pro não seria de fato o primeiro smartphone da Apple com entrada USB-C – talvez o primeiro oficial, mas longe de ser pioneiro. Isso porque um engenheiro modificou um iPhone X para implementar uma entrada USB-C no lugar da porta Lightning.

Antes de conseguir isso, ele afirma em seu canal do YouTube que passou meses pesquisando sobre o assunto e trabalhando no desenvolvimento de alguns componentes para que a troca fosse possível.

Apesar de ser uma ideia interessante, o engenheiro destaca que os donos de iPhone não devem tentar isso em casa. Ele é formado em eletrônica e possui mestrado em robótica no Instituto Federal Suíço de Tecnologia, por isso, sabe exatamente o que estava fazendo. Além disso, qualquer modificação no aparelho fará com que a garantia oficial da Apple seja perdida.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.