Quando a notícia de que ‘Ghost of Tsushima’ se tornaria um live-action deixou muitos fãs animados no início do ano. Agora, o diretor do filme deixou claro que não há uma previsão para a conclusão do projeto. O motivo é aceitável: “queremos fazer direito”, afirmou Chad Stahelski, diretor do longa, em entrevista à IGN.

Não se pode dizer, no entanto, que ele está errado, não é mesmo? O mercado de games é marcado por alguns prazos e pressões que eventualmente estragam lançamentos e resultam em falhas homéricas.

Considere esse cenário delicado que, em geral, são produzidos os games e acrescente à receita uma pitada de adaptações que eventualmente deixam os fãs decepcionados. Mexer com um público que sabe de todos os detalhes de uma história pode ser uma bomba-relógio.

Para evitar esse tipo de decepção, melhor esperar o tempo que for — e Stahelski sabe disso. “Você sabe como adaptações de videogames podem ser. Portanto, estamos levando nosso tempo e fazendo tudo certo”, afirmou ele, complementando que “estamos trabalhando em estreita colaboração com os desenvolvedores de jogos para garantir que continuemos com o que há de bom nele”.

Stahelski e Ghost of Tsushima

O que podemos esperar da produção? Stahelski tem em sua bagagem o recente trabalho com John Wick. Todos os três os filmes da franquia foram sucesso de crítica e somam um faturamento global de mais de US$ 587 milhões, o que pode ser um ponto positivo para a escolha dele no comando da adaptação.

Outro ponto a favor: Stahelski foi selecionado pela Sony justamente por ter um histórico positivo em cenas de ação.

“Stahelski é uma das poucas pessoas capazes de dar vida à tensão das lutas de Jin com sua katana”, disse a empresa à época do anúncio.

O diretor também afirmou que a equipe de produção do Ghost of Tsushima está desenvolvendo um roteiro que fãs do jogo “ficarão muito felizes com o que estamos trabalhando”.

Além disso, ele também transpareceu ser fã do game, tendo jogado “muitas vezes”. Isso, segundo ele, foi justamente o que o atraiu para assumir o projeto.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *