Imagem: Divulgação/Fifa

Nesta terça-feira (12), a Federação Internacional de Futebol (Fifa) anunciou o Fifa+: seu novo serviço de streaming de futebol que vai transmitir jogos (masculino e feminino) ao vivo, oferecer conteúdos originais premium e reunir notícias e estatísticas do mundo da bola. E o melhor: de graça.

Ao menos no papel, a ideia da entidade é facilitar a conexão entre torcedores e clubes e seleções. É incerto como a gratuidade vai sustentar o serviço — uma vez que o mercado do futebol envolve muito dinheiro —, mas a estratégia parece focar na criação de um público inicialmente para depois estudar formas de monetização.

“O Fifa+ representa o próximo passo em nossa visão de tornar o futebol verdadeiramente global e inclusivo e sustenta a missão central da Fifa de expandir e desenvolver o futebol globalmente”, celebrou o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Fifa+

Imagem: Reprodução/Fifa+

Conteúdos do Fifa+

Segundo a entidade, o Fifa+ vai transmitir 40 mil partidas de futebol por ano — incluindo 11 mil partidas femininas — de 100 associações membro em todas as seis confederações. É incerto quais campeonatos estarão no pacote, mas o anúncio menciona “as principais ligas da Europa”.

Além disso, a nova plataforma de streaming vai contar com documentários, séries e talk shows originais que vão relatar histórias globais do futebol. “O Homem Mais Feliz do Mundo”, “Depois de Diego” e “Heroínas” são alguns dos títulos que já estão disponíveis no serviço.

O Fifa+ ainda vai reunir uma central com notícias diárias de futebol e um banco de dados robusto sobre o esporte. Aliás, a seção “Arquivo Fifa+” será o lar de 2 mil horas de jogos das Copas do Mundo masculina e feminina já gravadas em câmera, servindo como um “esquenta” para a Copa do Qatar.

Serviço já está disponível

Vale destacar que o Fifa+ já está disponível para Android (no Google Play), iOS (na App Store) e para navegadores (por meio deste link). Atualmente, o serviço tem suporte para cinco idiomas (inglês, francês, alemão, português e espanhol), mas deve receber mais seis até junho de 2022.

Fonte: Fifa

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.