Pegou mal com os defensores dos direitos dos animais. A Ubisoft, desenvolvedora do recém-lançado Far Cry 6, está sendo duramente criticada por “glorificar” as rinhas de galos dentro do jogo.

A PETA, uma organização não governamental que luta pelos direitos dos animais, pediu que a Ubisoft remova as brigas de galos de Far Cry 6.

Segundo a ONG, transformar a violência contra os animais em um jogo está longe de ser inovador. Mais do que isso, a organização diz ser totalmente contra forçar animais a lutar até a morte – mesmo no mundo virtual.

Segundo a PETA – e que já não é novidade para a maioria de nós – as rinhas de galos, além de extremamente violentas, colocam os animais em grande sofrimento antes de morrer. A sugestão é que a desenvolvedora substitua as batalhas entre as aves por algo que não glorifique a violência contra os animais.

Far Cry 6

Imagem: reprodução

Pouco tempo atrás, a PETA também criticou Animal Crossing: New Horizons por permitir colecionar insetos e peixes capturados para um museu.

Fonte: Eurogamer

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *