Nesta quinta-feira (28), além de anunciar algumas novidades para o campo da realidade virtual, Mark Zuckerberg revelou ao mundo que o Facebook mudou de nome. Agora a empresa controladora do Instagram e WhatsApp passa a se chamar Meta.

Para acabar com os rumores de que a rede social principal da empresa também mudaria de nome, a Meta revelou que tudo continua inalterado. Isso quer dizer que a companhia de Zuckerberg seguiu o mesmo caminho do Google, que criou a Alphabet em 2015 para cuidar de seus produtos.

A partir de agora, Facebook, Instagram, WhatsApp e qualquer outro projeto da empresa serão controlados pela Meta.

Logo do Facebook riscado

Foto: Thought Catalog/Unsplash

Como era de se esperar, o nome da empresa reflete sua ideia de metaverso e como o conceito pode afetar o futuro das interações online. O conceito surgiu como a ideia de um ambiente de trabalho híbrido, em que o real e virtual convergem em uma experiência única.

Ao falar sobre a mudança, Zuckerberg afirma que o nome anterior estava ligado “a um produto que não pode representar tudo o que estamos fazendo hoje, muito menos no futuro. De agora em diante, seremos primeiro o metaverso, não o Facebook primeiro”.

Isso significa que a realidade aumentada e virtual serão peças centrais dessa visão de futuro. A empresa chegou a exibir uma versão inicial do primeiro projeto, chamado Horizon Workrooms, que permite reuniões em realidade virtual.

Para expandir ainda mais essa iniciativa, a empresa revelou no início deste mês que vai contratar dez mil novos trabalhadores na Europa para trabalhar no metaverso – e nos produtos resultantes, que devem ser o Horizon Home e Horizon Venues.

Mudança de identidade visual da empresa

Mas além da mudança de nomenclatura, a empresa vai passar por uma alteração de sua identidade visual. Isso porque, a partir de agora, o icônico “polegar para cima” será substituído por um novo símbolo, que pode ser visto como um “M” de metaverso.

Meta

Foto: Divulgação

Antes do anúncio, alguns internautas compartilharam que o logo do Facebook curiosamente estava coberto por um pano em que era possível ver o ícone antigo.

Vale ressaltar que os produtos principais não devem passar por nenhuma mudança significativa. No entanto, alguns dos serviços podem ser renomeados com o tempo para refletir o metaverso, como é o caso do Portal, que vai passar a se chamar Meta Portal.

Fonte: Meta

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *