Ao aparecer em uma foto no Facebook, a rede social, caso o usuário optasse, poderia fazer o seu reconhecimento facial para ser notificado e marcado. Agora, a Meta anuncia que está descontinuando este sistema em sua rede social.

O anúncio foi realizado através de uma publicação em uma das páginas da empresa em que Jerome Pesenti, vice-presidente de Inteligência Artificial, explica que está desabilitando o recurso devido a preocupação com a privacidade e ao fato de que órgãos reguladores não são tão claros em relação a suas regras.

Apesar de tal mudança, ainda no comunicado, Jerome explica que ainda considera a ferramenta de reconhecimento facial poderosa e que a mesma pode evitar, por exemplo, casos de fraudes ou de falsidade ideológica. Já em relação a quantidade de dados que serão “perdidos”, estima-se que a empresa excluirá aproximadamente 1 bilhão de modelos de reconhecimento facial.

O que mudará na prática no Facebook

A ferramenta de reconhecimento facial do Facebook começou a funcionar em 2010 e, assim como explicado anteriormente, a mesma avisava a um usuário quando o mesmo aparecia em uma foto publicada.

Agora, por conta da mudança, os usuários não receberão mais “avisos automáticos” quando aparecem em fotos publicadas por outras pessoas, a menos que sejam marcados ou mencionados manualmente.

Não apenas isso, os textos alternativos, conhecidos como “Automatic Alt Text (AAT)”, que eram úteis para deficientes visuais também serão afetados pela mudança, uma vez que o recurso era utilizado para criar descrições das imagens.

Por fim, o Facebook também esclarece que apagará as “configurações” dos usuários que haviam optado por deixar o recurso habilitado.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *