Arm é considerada uma verdadeira fonte de tecnologia para o mercado móvel. Divulgação: Arm

A empresa britânica de chips Arm, que tem também instalações nos EUA, anunciou a demissão de cerca de 1.000 funcionários para manter sua estabilidade financeira. Uma negociação de US$ 40 bilhões não concretizada atingiu a Arm. A Nvidia iria comprar a empresa mas desistiu do investimento, o que levou à decisão por demissões.

O maior número de demissões estará no Reino Unido e nos Estados Unidos. O número de demissões é estimado, dado que a empresa anunciou que teria uma redução de 15% de pessoal, de acordo com o The Guardian.

Arm possui 6.500 funcionários no mundo

A fabricante de chips emprega 6.500 pessoas no mundo, 3.000 apenas no Reino Unido. Em fevereiro, o Softbank afirmou que a venda da fabricante para a Nvidia não aconteceria devido a obstáculos regulatórios. O banco comprou a empresa em 2016. Agora, planeja vendê-la no mercado.

O valor da venda inicial para a Nvidia era de US$ 40 bilhões mas subiu para US$ 80 bilhões com o aumento de valor da Nvidia na bolsa. A negociação foi anunciada em setembro de 2020 e sempre teve muitos obstáculos de concorrentes e do mercado.

A empresa receberá US$ 1,25 bilhões da Nvidia ainda por quebra de contrato. A Nvidia afirmou que continuará uma parceira próxima da fabricante na indústria de chips global.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.