A escassez global de GPUs no mercado não é novidade e tem sido reportada desde o ano passado. Mas a nova “bomba” é que o desespero para encontrar estes componentes nas prateleiras tem feito alguns ladrões abrirem gabinetes de lojas de eletrônicos para roubar as placas de vídeo de mostruários.

Pelo menos é isso que relata o usuário TeslaDude7172, do Reddit. Em uma das threads abertas no fórum, ele publicou imagens de gabinetes à venda na varejista americana Costco, em Massachusetts (EUA), lacrados com uma grandes presilhas “enforca gato” para supostamente mitigar as ações dos ladrões.

Proteção contra roubos de GPUs

Imagem: Reprodução/TeslaDude7172

Sim, é fato que isso pode ser apenas o padrão utilizado pelo estabelecimento. No entanto, o usuário relatou ao portal gringo The Next Web que a medida foi adotada para impedir a retirada de “GPUs, CPUs e RAM” reportadas anteriormente, segundo um próprio representante de vendas da loja.

Infelizmente, a Costco não respondeu à solicitação para confirmar o fato. Mas a julgar que no mês passado um caminhão lotado de GPUs GeForce RTX 30 foi roubado na Califórnia, não seria loucura imaginar que a prática criminosa também tenha se expandido para formatos mais amadores e limitados.

A dura realidade da escassez de GPUs

Para quem não está a par dos acontecimentos, o mercado tem sofrido com uma enorme crise de abastecimento global de placas de vídeo, semicondutores e diversos outros componentes de manufatura, especialmente pela alta demanda de eletrônicos por conta da quarentena e pela paralisação de fábricas em virtude da pandemia.

Falando especificamente do mercado de GPUs, isso tem sido refletido em uma escassez de produtos nas prateleiras, já que toda a cadeia de suprimentos foi afetada. O resultado? Falta de estoque e placas muito mais caras — aquela velha história de oferta e demanda.

E para piorar, essa alta de valores também é influenciada pelo mercado de criptomoedas, uma vez que as placas de vídeo são as responsáveis por minerar os ativos. No Brasil, a coisa fica ainda mais feia com o dólar nas alturas e com a alta tarifa de impostos para produtos importados.

Todos estes fatores combinados talvez expliquem o motivo de os ladrões estarem partindo para roubos de mostruários. É claro que o cenário adverso jamais justificará esses atos criminosos, mas ajuda a entender a razão para estarem fazendo isso.

Luz no fim do túnel pode estar longe

O grande problema é que isso pode estar longe de um final feliz. Isso porque a crise dos chips deve se estender até o fim de 2022, segundo gigantes como AMD, Xbox, Toshiba e Nvidia. Naturalmente, todo o mercado continuará sentindo os impactos, incluindo a indústria de placas de vídeo.

Há alguns pingos de esperança, no entanto. Recentes vazamentos indicam que Nvidia, AMD e Intel devem lançar GPUs mais econômicas no ano que vem. Não, isso não muda nada na cerne do problema da falta de estoque, mas pode melhorar um pouco o cenário para quem está desesperado por um desses produtos.

Além disso, Jon Peddie, presidente da Jon Peddie Research, acredita que a pandemia trouxe uma “demanda artificial”. Logo, a tendência é de que o mercado observe preços muito mais baixos em 2023, uma vez que a maioria das pessoas realmente necessitadas terão adquirido uma placa de vídeo até lá.

Previsões e especulações à parte, somente o tempo — além dos esforços da indústria, é claro — poderá mostrar como estará o cenário daqui alguns bons meses. Em caso de melhora, a expectativa é de que esses recentes casos de roubo se tornem páginas viradas na história.

Fonte: The Next Web

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *