Imagem: divulgação/BBC

A BBC anunciou no último domingo (8) o ator escocês Ncuti Gatwa como o próximo doutor de Doctor Who. Quem conhece a trama, sabe que toda temporada um novo protagonista assume o papel por meio de um processo de regeneração — parte do processo de vida dos Senhores do Tempo.

Gatwa será o décimo quarto doutor ao assumir o papel em 2023, substituindo Jodie Whittaker que é a atual protagonista da série. O ator ficou conhecido após dar vida a Eric Effiong na série de comédia Sex Education, exibida pela Netflix.

No meio tempo da estreia como doutor, ele também irá aparecer ao lado de Margot Robbie no live-action da Barbie, com estreia prevista nos Estados Unidos para 21 de julho de 2023.

Ncuti Gatwa, o décimo quarto doutor de Doctor Who

O ator traz um novo marco para a série, sendo o primeiro homem negro a interpretar o protagonista e dará continuidade a uma quebra de padrões estabelecida na temporada anterior com Jodie, que foi a primeira mulher a assumir o posto que foi majoritariamente preenchido por homens brancos.

“Este papel e show significam muito para muitos ao redor do mundo, inclusive eu, e cada um dos meus antecessores incrivelmente talentosos lidou com essa responsabilidade e privilégio únicos com o máximo cuidado”, afirmou o ator, em comunicado à BBC. “Vou me esforçar ao máximo para fazer o mesmo.”

Seguindo a tradição da narrativa, Jodie aparecerá uma última vez no mesmo episódio que apresentará Gatwa como o mais novo doutor.

O episódio final está previsto para estrear no final de 2022, coincidindo com a comemoração do 100º aniversário da emissora britânica. O teaser desse episódio foi liberado em meados de abril pela BBC, anunciando o final dessa existência do personagem.

Captura de tela de uma cena em que aparece a atriz Jodie Whittaker, que interpreta o doutor na série Doctor Who

A atriz Jodie Whittaker na série Doctor Who – Imagem: reprodução/BBC

O esquema de renovar personagens, inclusive, é um dos pontos que permite ao programa se manter sempre atualizado. Não à toa, o show está listado no livro dos recordes, o Guinness World Records, como a série de ficção científica televisiva de mais longa duração no mundo.

O primeiro episódio foi originalmente exibido em novembro de 1963, tendo feito um hiato entre 1989 e 2005 quando as novas temporadas retomaram. No meio tempo, a série foi complementada com um filme para a televisão, exibido em 1996.

A 13ª temporada, que tem Jodie no papel de “doutor” (ou doutora, no caso) está atualmente disponível no Brasil para os assinantes da Globoplay, por onde também é possível assistir as duas temporadas anteriores (a  11ª e a  12ª), bem como o especial de Ano Novo “Eve of the Daleks” (ou “A véspera de Ano Novo dos Daleks”, em tradução livre).

Via: The Verge

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.