A Disney obteve a patente de um simulador de realidade virtual e aumentada que não necessitaria de óculos ou acessórios wearable (computação vestível).

A patente 11.210.843 mostra um sistema de projetores integrados para funcionar como um simulador de realidade virtual. A ideia é que frequentadores de atrações dos parques temáticos da empresa possam ver personagens e cenários virtuais. A patente foi outorgada em 28 de dezembro e está disponível online.

Múltiplos usuários conseguirão ver a mesma projeção de realidade virtual. A tecnologia é chamada de SLAM (localização e mapeamento simultâneos). Com projetores de alta velocidade, a perspectiva de visão dos usuários será mapeada enquanto movem-se pelo parque temático.

Patente da Disney descreve tecnologia que pode ser para o usuário final

Além de criar uma realidade imersiva, a tecnologia pode ser adaptada para o usuário final. A patente afirma que o simulador de realidade virtual pode transformar qualquer lugar real, como uma residência ou estúdio fotográfico, em um filme sem requerer que o usuário deixe sua casa.

A patente inclui ainda a afirmação que a Disney planeja criar um dispositivo móvel semelhante a uma lanterna que poderá iluminar uma superfície e mostrar personagens animados.

A Disney possui mais de 300 patentes. O processo de obtenção da patente do simulador de realidade virtual foi apressado pela empresa e durou apenas seis meses.

Já existem várias atrações de parques da Disney, da Nintendo e outros que usam realidade aumentada. Entretanto, sem o uso de acessórios como óculos, pulseira ou qualquer item adicional, essa seria a primeira.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *