Imagem: Lorenzo Drago

Um fato: os jogos estão ficando mais e mais realistas com o passar do tempo. Nesse sentido, a Unreal Engine 5 deve acelerar ainda mais essa revolução gráfica. Duvida? Então basta ver o vídeo de uma nova demo criada no motor gráfico da Epic Games que desafia sua capacidade de separar o mundo virtual do real.

Projeto do artista 3D Lorenzo Drago, o clipe de pouco menos de 3 minutos traz todos os trejeitos de uma gravação amadora feira no mundo real, da iluminação perfeita até a câmera incerta, e dá um gostinho de como os games podem ser no futuro.

Unreal Engine 5 mais do que realista

A cena em questão reproduz em detalhes absurdos a estação de trem Etchū-Daimon, no Japão, e impressiona principalmente pela dedicação na modelagem de cada objeto e estrutura no local, e pela ambientação que é virtualmente idêntica ao que se vê no mundo real – tanto na parte diurna quanto noturna da demo.

Para chegar nesse resultado, Drago afirma que recorreu aos recurso de iluminação da tecnologia Lumen, da Unreal Engine 5, mas também construiu à mão cada objeto e textura na cena, com exceção de alguns elementos tirados do Quixel Megascans. Todo desenvolvimento durou cerca de um mês para ser concluído.

Segundo o artista, no entanto, o que vende o ultrarrealismo do clipe é a câmera. “Usei configurações de câmera para obter proporções precisas e segui cuidadosamente as referências. Depois, ajustei as medidas para ajudar na modularidade”, afirma. “Também usei captura de movimento VR em tempo real para emular a câmera de mão e a laterna”.

O futuro dos jogos?

Embora esse uso extremo da Unreal Engine 5 possa sim apontar para o que poderemos ver dos games no futuro, estamos falando de algo mais distante do que você imagina. Afinal, trata-se de uma cena criada num espaço contido e de forma meticulosa para apresentar um material o mais realista possível.

Não seria viável reproduzir o mesmo ritmo e esforço de criação em um jogo completo, com a fidelidade gráfica vista no vídeo mais acima atrapalhando não só a cadência de desenvolvimento, mas também o desempenho da jogatina.

Unreal Engine 5

Imagem: Epic Games

Mesmo com todas as otimizações da Unreal Engine 5, a demo da estação de trem japonesa foi capturada originalmente a míseros 7 quadros por segundo e em takes separados para não exigir demais da CPU AMD Ryzen 7 3700X e da GPU GeForce RTX 2080.

Será que no PlayStation 6 e no Xbox Series 2 veremos algo parecido com isso? Deixe a sua opinião mais abaixo, na seção de comentários do TecMasters.

Via: Kotaku

Comentários

3

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Lucas
    10 de maio de 2022 - 15:42

    Mentira

    • Marcelo Rodrigues
      10 de maio de 2022 - 16:23

      Verdade!

  • Alves
    10 de maio de 2022 - 14:25

    Impressionante, parabéns ao criador da cena!