Nesta quinta (21), Dia Global da Criptografia, o ex-agente da NSA (Agência de Segurança Nacional dos EUA), Edward Snowden, reforçou a importância da proteção de dados em um debate.

A criptografia envolve técnicas para proteger dados codificando-os de modo seguro para transmissão. Ferramentas online de e-mail como o ProtonMail são cada vez mais adotadas para garantir a comunicação secreta. Aplicativos populares, como o WhatsApp, também utilizam o recurso.

De olho na sua privacidade

No passado, Snowden revelou informações secretas de segurança do governo dos Estados Unidos. Esse material provou esquemas de vigilância digital com uso de servidores de empresas como Google, Apple e Facebook.

Hoje, em um evento online dedicado ao tema, o TecMasters conversou com Edward Snowden para entender os desdobramentos dos avanços da tecnologia e do compartilhamento de dados na sociedade.

As revelações de Snowden, feitas em 2013, deixaram governantes surpresos com o poder das agências americanas de invadir a privacidade pessoal. No Brasil, o resultado foi aprovação de leis como o Marco Civil da Internet e a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Mas a conversa vai muito além disso.

“Precisamos de ferramentas invioláveis e a criptografia deve ser a base para toda tecnologia desenvolvida, justamente para que quando governos mudem não coloquem nossa privacidade em risco”, explicou Snowden ao TecMasters.

“Isso não deveria ser nem uma questão a ser discutida. […] O ideal seria o desenvolvimento de soluções padrões e globais que foquem a comunicação segura e altamente criptografada, e, então, possam ser embarcadas em produtos e serviço que todo mundo usa”, completou.

Dia Global da Criptografia

Para conhecer ferramentas que utilizam proteção de dados e dominar técnicas como usar uma chave de criptografia com seu e-mail, basta acessar o Guia de Sobrevivência contra Vigilância Digital da EFF (Electronic Frontier Foundation).

A data ainda traz uma série de eventos organizados pela Coalizão Global pela Criptografia, com 200 membros e da qual fazem parte ONGs como a Internet Society, que reúne pioneiros da internet.

Debate com Edward Snowden.

No debate acompanhado pelo TecMasters e que contou com participação de Edward Snowden e mediação Joseph Lorenzo Hall, vice-presidente sênior da Internet Society, estiveram ainda:

  • Afsaneh Rigot, gerente de projetos da ARTICLE 19 no Oriente Médio e no Norte da África
  • Lisa Dittmer, Advocacy Officer pela Liberdade da Internet da Repórteres Sem Fronteiras;
  • Luiza Brandão, cofundadora e diretora da IRIS;
  • Istvan Lam, cofundador e CEO da Tresorit;
  • Udbhav Tiwari, conselheiro de políticas públicas da Mozilla.
  • Matt Mitchell, Fundação Ford, fundador do Crytoharlem

Esta é a primeira vez que diversas organizações se unem pelo tema criptografia. A ideia é promover o Dia Global da Criptografia anualmente e combater mudanças nas leis por governos que querem enfraquecer a proteção de dados, entre eles o do Brasil.

A campanha Make the Switch (Vire a Chave) é central nos eventos e convida usuários e empresas a utilizarem criptografia. Também pede a governos que passem a adotar políticas que protejam e defendam a criptografia.

Acesse https://ged.globalencryption.org/events/ para conferir a programação completa.

Mensagens de membros da Global Encryption Coalition

Matt Mitchell, pesquisador de tecnologia na Fundação Ford e fundador da CryptoHarlem:

“A criptografia forte permite que comunidades marginalizadas ao redor do mundo se protejam dos danos da tecnologia. Ela nos possibilita do olhar dominante de suspeição que criminaliza nossas próprias identidades. Por tempo demais, a tecnologia ‘aconteceu’ à comunidade negra dos Estados Unidos em vez de ‘trabalhar por ela’. As histórias das comunidades marginalizadas são ‘os canários na mina de carvão’, servem como um alerta do que pode acontecer a todos em um mundo sem criptografia. Vigilância corporativa e estatal fora de controle, algoritmos e recursos de inteligência artificial enviesados, erros de reconhecimento facial, etc. A criptografia devolve a humanidade, empodera e da agência a todas as comunidades, especialmente aquelas que mais precisam. A criptografia forte nos concede a privacidade, e privacidade não é secretismo. Privacidade é a habilidade de ter portas e cortinas, que nos permitem escolher com quem e quando compartilhar nossos momentos e pensamentos mais íntimos.”

Lisa Dittmer, Advocacy Officer pela Liberdade na Internet da Repórteres sem Fronteiras:

“Hoje, mais do que nunca, jornalistas enfrentam ameaças digitais ao seu trabalho e à sua segurança. A criptografia desempenha um papel fundamental na proteção de jornalistas e de suas fontes, permitindo que eles compartilhem informações mesmo nos ambientes mais perigosos. Aqueles que defendem a liberdade de imprensa têm de se comprometer com o direito à criptografia.”

Udbhav Tiwari, Assessor de Políticas Públicas da Mozilla:

“Os ataques à criptografia são cada vez mais frequentes mundo afora, colocando em risco a privacidade e a segurança de bilhões de usuários. Propostas recentes, como aquelas que envolvem a rastreabilidade e a interceptação do tráfego na web, são uma tendência preocupante e requerem intervenção urgente para se proteger a Internet aberta.”

Istvan Lam, cofundador e CEO da Tresorit:

“A demanda por criptografia de ponta a ponta aumentou de forma constante na última década e hoje tem potencial para se tornar um padrão-ouro para a privacidade. No entanto, existem alguns requisitos para que isso aconteça: as empresas que oferecem produtos e2ee precisam ir mais longe para desenvolver aplicativos fáceis de usar, os usuários precisam valorizar a criptografia de ponta a ponta, com suas complexidades e potenciais compensações, e governos devem aceitar de uma vez por todas que nenhuma ‘backdoor’ na criptografia é tolerável de forma alguma. Ter uma demanda ainda maior por criptografia de ponta a ponta ajudará a motivar e alimentar mais pesquisas em novas tecnologias que podem permitir a solução dos desafios de usabilidade no futuro.”

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *