O Natal é uma época comum para que crianças peçam brinquedos que sempre quiseram. No entanto, um garoto de 12 anos foi além e fez dois pedidos bastante inusitados. Barnaby Swinburn, morador da Inglaterra, pediu a seus pais um teste de QI e algumas criptomoedas.

Ao realizar o teste, o garoto obteve 162 pontos – mais que os 160 de Albert Einstein. Como resultado, o estudante agora faz parte da sociedade de alto QI, que conta com apenas 2% das maiores pontuações do teste.

Ao comentar um dos presentes pedidos pelo filho, Ghislaine Swinburn disse que o garoto “está observando os mercados. Ele receberá um envelope com dinheiro no Natal, que vai transformar em criptomoeda”. No entanto, a família não revelou a quantia.

Como plano para o futuro – e seguindo seu interesse por criptomoedas -, o jovem afirma que quer seguir a carreira de programador. “Ele já está procurando cursos universitários e quer ir para Oxford”, finaliza a mãe.

Criptomoedas como presente

Essa não foi a primeira vez que uma criança ganhou uma criptomoeda de presente. Em 2017, um brasileiro deu para sua filha recém-nascida 1 bitcoin. Isso foi em uma época em que a criptomoeda valia cerca de US$ 915 (R$ 5.170 na conversão atual).

Agora, quatro anos depois, com a valorização da moeda em mais de 6.500%, a menina possui um patrimônio de mais de US$ 60 mil.

O pai da criança, o fundador da Foxbit, disse que viu a oportunidade de, ao mesmo tempo que presentearia sua filha, investiria na criptomoeda.

Via: CoinTelegraph

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *