No último domingo (12), a Vulcan Forged, empresa que oferece diversos serviços baseados em criptografia, revelou que 148 carteiras de criptomoedas foram comprometidas, resultando no roubo de 4,5 milhões de PYR – token próprio da companhia.

Ao se descrever, a empresa afirma que é “um estúdio de jogos de token não fungível (NFT) estabelecido, um mercado com mais de 10 jogos, comunidade com mais de 2 mil membros e participação ativa no mercado NFT”.

Com o ocorrido, o valor da PYR, que pode ser trocada em uma corretora descentralizada própria, desvalorizou. Segundo o CoinMarketCap, o preço mais alto registrado foi em 1º de dezembro, totalizando US$ 46,62. Porém, mesmo antes da revelação, o valor caiu para US$ 30,98. Agora, no momento em que essa matéria foi escrita, o valor é de US$ 20,10.

Criptomoedas

Imagem – WorldSpectrum/Pixabay

Portanto, o roubo de 4,5 milhões de PYR colocou na mão dos criminosos US$ 90,45 milhões em criptomoedas (R$ 510 milhões em conversão direta).

Mesmo sendo um movimento perigoso e que deixou um prejuízo para os afetados, o roubo não chega a ser o maior envolvendo criptomoedas. Isso porque em outubro, criminosos roubaram US$ 600 milhões da Poly Network – quantia que foi devolvida posteriormente.

Via: Tom’s Hardware

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *