Imagem: Julius Lucks/Northwestern University

Quem já assistiu “Largados e Pelados” sabe que identificar adequadamente água potável pode ser a diferença entre hidratação ou doenças graves. Foi pensando em regiões com acesso restrito ao recurso e saneamento precário que um grupo de pesquisadores criou um computador genético capaz de detectar, em minutos, se a água é própria para consumo.

O projeto batizado de Rosalind – em homenagem à química Rosalind Franklin – vem sendo desenvolvido há alguns anos por biologistas sintéticos da Northwestern University e apresenta uma forma simples, rápida e barata de atestar a qualidade da água.

Computador genético que diz: desta água não beberei

O funcionamento do equipamento é bastante intuitivo e não requer treinamento por parte do usuário: basta adicionar um pouco de água a uma pequena bandeja com 8 tubos de ensaio em miniatura, encaixar na base e ativar a iluminação UV.

Se o material estiver contaminado, alguns dos tubos vão brilhar com a cor verde. Cada um desses recipientes tem um nível diferente de sensibilidade a agentes prejudiciais ao ser humano. Uma amostra que ilumine apenas um tubo provavelmente está apta a ser consumida, enquanto uma com todos tubos brilhando são altamente tóxicas.

Apesar do processo simples, há muita tecnologia por trás disso. O computador genético desenvolvido pela equipe de cientistas reproduz a forma como bactérias sentem o gosto de diferentes substâncias na água, em nível molecular. Com base nisso, o produto transforma os sinais de “gosto” da biologia sintética em respostas luminosas.

Segundo Julius Lucks, pesquisador-chefe do projeto, a versão atual do computador genético age menos como uma “língua sintética” e mais como um “cérebro molecular”, indo além da edição original do equipamento, que oferecia apenas uma resposta binária à pergunta de se determinada fonte de água é ou não potável.

Computador genético

Imagem: Julius Lucks/Northwestern University

Por enquanto, não há data para que o produto seja disponibilizado ao público geral, mas a ideia é que ele continue sendo aprimorado conforme o feedback dos usuários durante todo o período de testes do equipamento.

Via: News9

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.