O YouTube é a segunda maior plataforma de buscas da internet – só fica atrás do seu próprio “dono”, o Google. Cada visitante passa, em média, 20 minutos navegando por lá cada vez que entra. Voltar ao site significa, portanto, encontrar novamente vídeos que você muitas vezes nem queria ver mais.

Para ter um YouTube “zerado” é preciso primeiro apagar todo o histórico de navegação e, a partir de então, impedir que suas atividades seja monitoradas. Para fazer isto siga as recomendações desta preciosa dica.

O que o Youtube sabe do que você vê

O que você vê no YouTube é muito pessoal: busca de conselhos de saúde podem, por exemplo, revelar seu histórico de doenças; ver vídeos políticos pode ajudar a interpretar seus futuros votos. O que você vê pode revelar seus interesses, hobbies, o que gosta e não gosta…

Nada surpreendente, afinal, os olhos do Google estão em todos os lugares. Você pode conferir a sua onipresença visitando a página de dados e privacidade de sua conta e inclusive a lista de atividades ligadas a ela.

Se você assiste o YouTube enquanto está logado em sua conta Google, e não desabilitou o monitoramento de navegação, você verá todos os vídeos que já viu. É uma longa lista e a plataforma de vídeos é apenas um dentre os muitos detentores daquela informação.

Dá para ver toda a lista de vídeos assistidos no próprio YouTube também.

No histórico de vídeos há ainda ferramentas mais específicas para gerenciar seus dados. Você pode apagar todo o seu histórico usando a barra que aparece no lado direito.

É possível apagar apagar vídeos que aparecem no seu histórico de visualizações. Par isso, basta clicar três pontos verticais no lado direito de cada vídeo que aparece no seu histórico e selecionar “remover do histórico”.

Não permita que o YouTube te monitore

O YouTube também usa dados de localização, quando disponíveis, para apresentar recomendações de vídeos personalizadas baseadas nos acessos mais realizados de pessoas próximas a você. É possível ver, por exemplo, vídeos de notícias relevantes ao local em que você está no mundo.

Caso você esteja no seu celular, e seu monitoramento de localização estiver ligado, o aplicativo usará seus dados do GPS. Se não estiver, irá identificar sua localização através dos pontos de acesso que você usa quando conectado à internet. Se você está em casa, usará seu endereço IP. Caso você não queira isso, pode desligar o histórico de localização em seus dados nesta página do YouTube.

Apague o histórico de busca

Além do histórico de vídeos assistidos, o Google também guarda tudo que foi buscado na plataforma.

Mais importante, a página tem ainda uma opção para apagar automaticamente sua atividade do YouTube. Por padrão, esta opção vem desabilitada, mas você pode escolher o apagamento automático a cada 3, 18 ou 36 meses. Assim como com seu histórico de visualização, você também pode pausar seu histórico de buscas no Youtube.

Todos esses dados são usados para dar ao usuário uma experiência personalizada e recomendações de conteúdo, de acordo com o Google.

Limite seu perfil para anúncios

O Google coleta dados em diversos serviços e faz isso também no YouTube. Os dados que você deixa em todos os sites monitorados ajudam a montar seu perfil e moldar suas recomendações.

A página de personalização de anúncios do Google é útil para ver qual perfil está sendo construído sobre você. São registrados dados como tipos de vídeos visualizados, apps nos seus smartphones e como os utiliza, os sites que você visita, sua localização, faixa etária, gênero e como você interage com vídeos; gostar ou inscrever-se em canais faz diferença.

Caso você queira alterar o perfil que o Google construiu de você, dá para selecionar e retirar alguns dos interesses que a empresa classificou para lhe mostrar anúncios.

Retome algum controle

O algoritmo do YouTube é um dos motivos principais pelos quais ele é utilizado. Ele pode recomendar vídeos por horas e você tem muito conteúdo para assistir. Para não ser monitorado, uma dica é usar uma janela anônima do navegador.

No app do YouTube também é possível usar o modo incógnito. Vá em nos “ajustes” de sua conta, “menu” e ligue “modo incógnito”. Outra dica é desconectar de sua conta Google enquanto visita o YouTube.

Fonte: Wired

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *