Imagem: Activision

Saudades de saber o que a Activision tem feito com trapaceiros de Call of Duty (CoD)? A saga acaba de ganhar uma atualização: agora, uma das novidades é que cheaters que conseguirem, por algum motivo, burlar a segurança do game, no entanto, perdem suas armas — sim, elas simplesmente desaparecem.

Isso é uma das novas estratégias que faz parte dos esforços do time de desenvolvimento do Ricochet, software anti-cheat da desenvolvedora Raven Software, no sentido de impedir que trapaceiros consigam jogar CoD e atrapalhar os gamers que estão, de fato, jogando.

A equipe por trás do sistema liberou um post no blog da empresa afirmando que “desde que lançamos o Ricochet no ano passado, vimos quedas significativas de cheaters invadindo nossos jogos”, mas também “alguns aumentos infelizes” – algo que os especialistas, no entanto, consideram esperado e “uma realidade frustrante na segurança do jogo”.

Call of Duty Warzone

Imagem: divulgação/Activision

Da mesma forma que acontece no mundo do cibercrime, em que as empresas de segurança precisam recorrentemente atualizar seus softwares para lidar com novas ameaças que cibercriminosos desenvolvem, a equipe do Ricochet também precisa se movimentar ativamente para descobrir novas brechas e tampá-las.

“À medida que tomamos providências para garantir que nossos sistemas possam identificar e reagir ao mau comportamento já conhecido, esperamos que os trapaceiros continuem criando novos comportamentos ruins – alguns que podemos antecipar e alguns contra os quais precisaremos desenvolver novos sistemas”, afirmam.

Além da constante atualização do software, a Activision, que é a publicadora do jogo, também já entrou com processo contra a EngineOwning, uma empresa especializada na venda de software para criar métodos de trapaça ao jogar Call of Duty e intimou outras 15 empresas de tecnologia – incluindo Twitter, Reddit, Google, Paypal, Discord e Coinbase – no intuito de conseguir ajuda para tentar combater e mitigar os cheaters.

Entre dezembro de 2021, quando o sistema entrou no ar, até maio deste ano, a Raven chegou a banir 500 mil cheaters de Warzone e Vanguard. Com a atualização anterior, divulgada em abril, somou outros 180 mil bans entre os dois títulos combinados.

Ricochet: quais outros recursos chegaram a CoD?

Além da questão de fazer as armas desaparecerem, a equipe por trás do jogo também trouxe alguns outros “truques” para dificultar a vida dos trapaceiros, dentre eles:

  • Damage Shield: faz com que os tiros dados por um cheater não causem tantos danos ao jogador atingido pelas balas.
  • Cloaking: se um trapaceiro for identificado, ele será punido com o desaparecimento de todos os oponentes que ele acertar. Basicamente, os players atingidos pelo cheater se tornarão invisíveis para ele, o que faz com que ele não veja os oponentes e, consequentemente, vire um alvo fácil para os jogadores que de fato estão jogando.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.