Imagem: Divulgação

Recentemente, a Apple anunciou o M1 Ultra, seu novo processador que deve estar presente em seu novo Mac Studio. Durante a apresentação, para mostrar a capacidade de sua criação, a empresa comparou o equipamento com outros dispositivos, como é o caso da placa de vídeo GeForce RTX 3090.

Segundo os testes apresentados pela Apple, o M1 Ultra vence a placa da Nvidia. No entanto, parece que não é bem assim.

Para verificar se isso é real, o The Verge decidiu realizar um teste benchmark para verificar as afirmações da Empresa da Maçã. A conclusão é que o M1 Ultra “nunca poderia vencer” a RTX 3090 em termos de desempenho bruto.

Chip M1 Ultra

Imagem: Apple

Justiça seja feita, caso a questão em jogo seja apenas a questão gráfica, a Apple estaria certa, já que o desempenho relativo da GPU é superior ao da RTX – além de consumir menos energia.

A questão é que a Apple comparou ambos os equipamentos nas partes em que são competitivos entre si – o que não é errado. No entanto, o que não foi dito é que as características presentes fazem com que a placa da Nvidia possa oferecer mais poder do que está sendo usado.

Em uma comparação, o The Verge usou “Shadow of the Tomb Raider” para ver como ambos se comportam. O resultado é que a RTX 3090 venceu em número de FPS rodando em 1080p e 1440p (142 fps e 114 fps, respectivamente). Enquanto o Mac Pro, que deve ser o mais poderoso até então, alcançou 125 fps em 1080p e 90 fps em 1440p.

Além disso, na questão do TDP, a placa de vídeo da Nvidia pode chegar a 350W – ou até maior, dependendo das modificações feitas -, enquanto o modelo da Apple alcança 320W.

Mesmo assim, é interessante o trabalho feito pela Apple em implementar todos os processos em um único chip. Além disso, o feito de mesclar dois chips diferentes em uma única unidade é bastante válido para a indústria.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.