A Samsung afirmou que o mês de lançamento dos seus últimos modelos de smartphones dobráveis, agosto de 2021, já representou em vendas mais do que todo o ano da empresa em 2020.

Os consumidores mudaram mais de marca de celular para a empresa por causa dos dobráveis. Comparado aos não-dobráveis, a companhia ganhou mais consumidores com o Z Flip 3 do que com o S21 e Note 20.

A empresa fabricou 4 vezes mais em 2021 do que em 2020 para atender a demanda. A expectativa é que, em 2023, seja necessário produzir 10 vezes mais para atender os pedidos dos consumidores, afirma a Counterpoint Research.

2023 pode ser o ano em que a Samsung começa a perder mercado

O aumento de vendas dos celulares dobráveis pode ser atribuído ao preço mais baixo do Galaxy Z Flip 3. O Galaxy Fold 3, o top de linha, ainda está com preço muito alto para o consumidor médio.

É importante notar que os dobráveis agora atingiram melhor estabilidade de software e funções. A tendência é que os preços baixem ainda mais e os dobráveis ganhem melhorias. Cerca de 9 milhões de dobráveis foram vendidos em 2021, globalmente, três vezes mais que 2020.

A Samsung teve 88% do mercado de dobráveis em 2020. O mercado pode mudar caso a Apple venha a lançar um celular dobrável, previsto para 2023. Ainda assim, as vendas de dobráveis devem estar 3 vezes maiores nesse ano e o domínio de mercado da Samsung ainda demorará para ser reduzido.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *