Imagem: CD Projekt RED

Uma das notícias mais impactantes da semana no mundo dos games foi o adiamento indefinido da chegada da versão next-gen de The Witcher 3, colocando uma nova crise em potencial no colo da CD Projekt RED. Na última quinta (14), o estúdio polonês fez questão de dizer que a história não é tão ruim quanto parece – e que o game está bem encaminhado.

Witcher 3 longe do inferno

Durante uma apresentação para investidores, Michał Nowakowski, vice-presidente de desenvolvimento de negócios da CD Projekt RED, resolveu acalmar os nervos não só de quem coloca dinheiro na empresa, mas também do público em geral.

Segundo o executivo, a desenvolvedora está ciente em torno das notícias sobre o adiamento de Witcher 3 e acredita que o anúncio recebeu uma resposta desproporcional da imprensa e da comunidade. O executivo garante que o upgrade next-gen do jogo não está no tal “inferno do desenvolvimento” ou que só vai sair em meados de junho de 2023.

Witcher 3

Imagem: CD Projekt RED

“Esse não é o caso, tudo o que estamos dizendo é que trouxemos o desenvolvimento do jogo para dentro. The Witcher 3 da próxima geração será finalizado internamente. Estamos avaliando nosso cronograma e isso requer um pouco de investigação, é tudo o que estamos dizendo. Ninguém está dizendo que o jogo está atrasado de forma monumental”, explicou Nowakowski.

Ao longo da reunião, o presidente da CDPR, Adam Kiciński, avaliou que devem bastar apenas 15 desenvolvedores da casa para finalizar o trabalho na atualização do game para os consoles de nova geração. Se tudo isso for verdade, é de se imaginar que o estúdio só precise dar mesmo os toques finais no update de Witcher 3 e que não deve demorar muito até termos esse conteúdo em mãos.

Witcher 3

Imagem: CD Projekt RED

Via: Wccftech

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.