Imagem: Caloi

Tire as crianças da frente do computador (ou do celular). Os mais novos, provavelmente, nunca ouviram falar deste verdadeiro ícone dos anos 70; pelo menos para os amantes das duas rodas. Lançada em 1975 – 47 anos atrás – a Mobylette foi símbolo de uma geração e continuou fazendo sucesso por mais algumas décadas.

Mobylette nos anos 70

Mobylette foi ícone nos anos 70 – Imagem: Caloi

E para alegria dos nostálgicos e até da geração Z – pelo menos aqueles que já completaram os 18 anos – a Caloi relançou a Mobylette nesta quarta-feira (16). Toda reformulada, mas ainda com ar retrô, a “motinho” (se assim podemos chamar) trocou o motor a gasolina de dois tempos por um motor 100% elétrico.

A nova Mobylette já está sendo vendida online e chega às lojas entre os dias 28 e 31 de março, por R$ 9.200.

nova Mobylette elétrica da Caloi

Imagem: Caloi

Mobylette elétrica e repaginada

A bateria instalada debaixo do banco oferece autonomia de até 30km com uma única carga para o motor elétrico de 350W de potência embutido na roda traseira da motocicleta.

“Trabalhar no projeto Mobyllete foi como um retorno ao passado, onde buscamos não só resgatar a experiência de mobilidade exercida nos anos 70, mas também trazer de volta características únicas que só um produto com mais de 50 anos pode ter. Todo o projeto buscou remeter a clássica Mobylette dos anos 70 mas sempre de forma modernizada, afinal não estamos falando de uma réplica ou releitura de um clássico, mas sim de um novo caminho para a mobilidade”, explica Marcos Ribeiro, head de produto da Caloi.

Caloi relança Mobylette com motor elétrico por R$ 9.200Caloi relança Mobylette com motor elétrico por R$ 9.200Caloi relança Mobylette com motor elétrico por R$ 9.200Caloi relança Mobylette com motor elétrico por R$ 9.200Caloi relança Mobylette com motor elétrico por R$ 9.200

A nova versão elétrica da Caloi tem ainda freio a disco, bagageiro com capacidade para até 5kg de carga, 3 níveis de assistência de pedal assistido e atinge velocidade máxima de 25 km/h sob assistência do motor elétrico.

Comentários

1

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Emilio
    18 de março de 2022 - 11:53

    Uma pena terem lançado com um motor fraco e que atinge pouca velocidade. Além de autonomia muito reduzida. A “lenda” deveria ter ao menos desempenho semelhante.