Um novo benchmark divulgado mostra mais um pouco sobre os processadores Intel Core i9-12900K com overclock. O chip atingiu uma velocidade de 5,3 GHz em todos os núcleos. No entanto, o que chamou a atenção foi a quantidade de energia requisitada para funcionar.

O novo Core i9 faz parte da linha de chips Alder Lake-S que deve ser apresentada em novembro pela Intel. Alguns testes vazaram anteriormente, mas nenhum tão significativo como esse.

Ao todo, o chip deve contar com 16 núcleos (8 Golden Cove e 8 Gracemont) e 24 threads. Quanto às velocidades de clock, espera-se que o processador atinja até 5,3 GHz nos processadores Golden Cove e 3,9 GHz nos Gracemont.

Overclock Intel Core i9

Foto: Reprodução

Quando citamos o aumento em relação ao teste vazado anteriormente, o chip conseguiu atingir um aumento de 2% de pontuação single-core e 1% no overclock – que antes era dito como 5,2 GHz.

No entanto, esse poder tem um preço. O consumo registrado pelo processador é de 400W. Além disso, foi relatado que o teste de estresse AIDA64, do qual o chip foi submetido, durou apenas um minuto antes de o sistema desligar, já que as temperaturas estavam fora de controle.

No teste, os núcleos “menores” (Gracemont) não foram usados, mas, se fossem, aumentariam ainda mais o consumo de energia – mesmo que não de maneira tão significativa.

De qualquer forma, a questão do aquecimento ainda é um problema. Mesmo que um robusto sistema seja implementado, pode ser que se tenha problemas na temperatura.

As CPUs Alder Lake devem contar com controladores de memória DDR4 e DDR5, sendo o primeiro padrão voltado para placas-mãe convencionais e o segundo para as topo de linha. Os chips serão lançados pela Intel em novembro junto com uma nova placa-mãe, a Z690, e kits de memória DDR5.

Via: WCCFTech

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *