Nesta quinta-feira (25), a gigante chinesa Baidu revelou ao mundo seu primeiro computador quântico, o Qian Shi. Segundo a empresa, a supermáquina já está pronta para ser disponibilizada para usuários que tenham interesse na corrida global pelo desenvolvimento de aplicações baseadas em tecnologia quântica. O computador tem processador de 10 bits quânticos (qubit). Vale lembrar que a Baidu também já desenvolveu um chip quântico de 36 qubits.

Quian Shi, computador quântico da Baidu

Imagem: Baidu

Para quê serve um computador quântico?

O anúncio torna a Baidu em mais uma concorrente nesta era da computação quântica, que promete levar a capacidade computacional a velocidades de processamento sem precedentes. Ainda assim, faltam aplicações. As que existem hoje no mundo real – além dos laboratórios – são muito básicas e limitadas a pouquíssimos clientes.

Atualmente, são experimentos que resolvem problemas matemáticos. No futuro, devem servir para melhorar a inteligência artificial e a fusão nuclear a frio, por exemplo.

Computador Quântico da IBM

Detalhe de um computador quântico da IBM – Imagem: Shutterstock

O potencial da computação quântica é imensurável. Seja para encontrar curas para doenças, novos componentes químicos ou diversos outros fins. Difícil é saber se levará 10, 30 ou até 100 anos para que a tecnologia seja costumeiramente usada entre nós.

Uma pesquisa da IDC mostra que até o final de 2027, governos e grandes empresas multinacionais investirão cerca de US$ 16,4 bilhões em desenvolvimento quântico.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments