Lançado no final de novembro, Clockwork Aquario é o mais novo jogo a entrar no livro dos recordes. Não, não foi pelo sucesso em vendas ou por tornar-se a produção mais cara da história. Por mais engraçado que pareça, o título ingressou no Guinness Book devido à lentidão de seu desenvolvimento.

Isso porque o game teve sua produção iniciada pela Westone em 1991 — o que explica toda a temática de arcade —, mas foi cancelado posteriormente. A boa notícia é que o projeto de Clockwork Aquario foi mantido nos arquivos da Sega até 2019, quando as editoras retomaram a conversa com os produtores originais.

Deu certo. Mesmo com esse enorme atraso, o título finalmente chegou para PlayStation 4 e Nintendo Switch no dia 30 de novembro para a Europa e em 14 de dezembro para as Américas. Os desenvolvedores decidiram manter a essência de sua concepção, resultando em uma aventura de arcade nos tempos modernos.

Clockwork Aquario entra para a história

E, bem, essa demora de 30 anos no desenvolvimento de Clockwork Aquario fez com que o game desbancasse Duke Nukem Forever e entrasse para o livro dos recordes como o título que mais levou tempo desde o começo do projeto até o lançamento final.

Esse é mais um daqueles exemplos que mostram como o amor por videogames — ou por um jogo específico — pode atravessar barreiras, driblar dificuldades e, neste caso específico, contornar um atraso de três décadas.

Via: Eurogamer

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *