Imagem: Anderson Reis/Shutterstock

Quem é gamer de verdade tem motivos de sobra para comemorar nesta segunda-feira (27). Isso porque a data celebra os 50 anos de existência do Atari, uma das marcas mais icônicas do universo dos videogames e que segue viva — mas não tão firme e forte — até os dias atuais.

Breve história do Atari

Com nome inspirado em um movimento do jogo de tabuleiro japonês Go, o Atari foi fundado em 27 de junho de 1972 por Nolan Bushnell e Ted Dabney. A criação de uma das marcas gamer mais famosas do mundo aconteceu um ano após Bushnell e Dabney terem lançado o jogo Computer Space.

Ao criarem o Atari, os cofundadores então contrataram Al Alcorn para desenvolver um jogo de arcade com duas paletas, uma bola e um sistema de pontuação — bem similar ao tênis de mesa. Intitulado de Pong, o título foi o primeiro game da marca e conseguiu impulsionar a empresa.

Pong, jogo de Atari

Imagem: Reprodução/CGR Publishing

Outros games como Space Race e Gran Tank 10 mantiveram a Atari nos holofotes, mas foi com o lançamento do Atari VCS (mais tarde conhecido como Atari 2600), em 1977, que a marca conquistou o mercado. O console compacto foi um dos grandes responsáveis por levar a diversão das máquinas de arcade para os lares dos jogadores.

Estima-se que o produto em questão tenha emplacado mais de 27 milhões de unidades vendidas, permitindo jogatinas de Superman e do famoso Space Invaders. Mas curiosamente, todo esse sucesso conquistado nos anos seguintes também foi o motivo do declínio da marca.

Atari

Imagem: Pit Stock/Shutterstock

Se por um lado a fama atraiu os olhares de jogadores, por outro permitiu uma saturação de jogos para o console. Diversos títulos foram disponibilizados, mas muitos deles eram de baixa qualidade. Isso provocou o “crash” do videogame norte-americano em 1983. Aliás, muitos viram o Atari apenas como uma “moda passageira”.

E de lá para cá foi uma queda livre. Modelos como Atari 5200, 7800, Linx e Jaguar foram lançados, mas não chegaram perto do sucesso do VCS. A marca até chegou a mudar de nome em 2009 para Atari SA, mas quatro anos depois, em 2013, sua dona na época (Infrogames Entertainment) declarou falência.

Felizmente, a companhia conseguiu se recuperar judicialmente e, desde então, tem buscado diversificar seus investimentos — redirecionados para hotéis, cassinos, novo console e até criptomoedas — em mais uma tentativa de reestabelecer sua imagem no mercado.

Para sempre no coração dos gamers

Por mais difícil que seja a aceitação, é pouco provável que a marca encontre algum meio de reviver seus dias de glória de outrora. Decisões erradas durante a trajetória e a constante troca de gestão certamente influenciaram para a atual situação, vista como algo quase que irreversível.

Apesar de tudo, é inegável a importância que a empresa teve ao popularizar as jogatinas domésticas em uma época bem diferente dos dias atuais. Se gamers desfrutam das gameplays no conforto de suas respectivas casas, muito se deve ao sucesso do Atari e à sua contribuição ao mercado.

Feliz 50 anos, Atari.

Via: Video Games Chronicle

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.