Imagem: Vohoaiduy/Pixabay

Na última terça-feira, 7 de dezembro, uma instabilidade em diversas APIs da Amazon Web Services (AWS) causou diversos problemas em vários serviços bastante utilizados pelo público, como Disney+, Amazon Prime Video e iFood. Agora, a empresa explicou o que ocasionou a falha.

Como relatado pela CNBC, a Amazon afirma que um recurso de escalonamento de capacidade automatizado apresentou um “comportamento inesperado” em uma rede interna. Portanto, os dispositivos conectados a esse local ficaram sobrecarregados e, consequentemente, paralisaram suas comunicações.

Por conta disso, os serviços passaram por interrupções que foram difíceis de corrigir, já que, devido à natureza da falha, o problema era complicado de ser encontrado e consertado. Após usar logs, foi possível descobrir o que aconteceu.

A questão foi que os responsáveis por corrigir a falha tiveram que evitar a interrupção de cargas de trabalho funcionais ao mesmo tempo em que um “problema latente” impedia que alguns clientes da rede dessem a chance do sistema se recuperar.

Por fim, o escalonamento que levou ao problema foi desativado pela Amazon e, segundo a empresa, só deve voltar a funcionar depois de duas semanas – data prevista para que uma correção seja lançada.

Para ajudar seus clientes a acompanhar os problemas encontrados no AWS, a Amazon promete uma nova versão de seu painel de status para o começo de 2022. Com isso, será possível fornecer uma visão mais clara das falhas.

Via: Engadget

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.