Embora a linha de fones de ouvido sem fio da Apple não tenha recebido novos produtos no último evento da marca, a empresa ainda pode guardar novidades bem interessantes para os populares AirPods.

Segundo o Wall Street Journal, a ideia da Empresa da Maçã é ir além das músicas, podcasts e ligações, e permitir que o gadget ganhe recursos voltados para a sua saúde.

AirPods a serviço da saúde

Uma fonte do jornal indica que os AirPods podem seguir o mesmo caminho da família Apple Watch. Ou seja, começar com uma finalidade muito específica e bem definida, e, aos poucos, migrar para o setor de saúde e estilo de vida.

Para levar isso adiante, a companhia comandada por Tim Cook supostamente está trabalhando em protótipos do fone capazes de corrigir sua postura ou medir a temperatura do usuário – tudo com base em sensores internos do dispositivo.

Reprodução: Miguel Angel Avila on Unsplash

Outra funcionalidade adicional do produto seria a de fazer o mesmo papel de aparelhos auditivos para quem tem surdez ou algum nível de perda de audição. Tudo isso, é claro, sem perder seus recursos básicos de um fone de ouvido wireless poderoso.

Questionada por sites internacionais a respeito do assunto, a Apple preferiu não comentar os rumores a respeito dessa nova geração de fones – e ela pode ter um bom motivo para isso.

Tenha um pouco de paciência

Vale lembrar que, tanto nos EUA quanto em outros países, qualquer produto voltado para o mercado de saúde precisa de uma licença especial e passa por uma bateria de avaliações e testes das entidades competentes. Basta lembrar quanto tempo levou para a função de eletrocardiograma do Apple Watch ser liberada ao redor do mundo.

No caso de um AirPods que age também como aparelho auditivo, temos ainda uma preocupação extra com a compatibilidade com diferentes níveis de surdez e a autonomia do dispositivo. Hoje, a bateria do fone de ouvido não dura mais do que algumas poucas horas.

Com isso, o mais provável é que essas novidades ainda demorem um bocado para serem confirmadas e não apareçam no mercado antes de 2023.

Fonte: Engadget

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *