Embora o clima esteja bastante festivo para a comemoração dos 20 anos da marca Xbox, em novembro, algumas pessoas envolvidas no lançamento do console original lembram de causos não muito agradáveis sobre o projeto. Isso inclui uma troca de última hora da AMD pela sua arquirrival Intel.

O episódio foi tão marcante – ou traumático – para Seamus Blackley, designer do aparelho original, que, duas décadas depois do acontecido, ele veio a público pedir desculpas à fabricante pela decisão.

Xbox diz: desculpa aí, AMD

A mensagem publicada na última terça (12) no Twitter deixa claro que a troca de fornecedor foi meramente política e baseada em relacionamento, estando muito além da vontade de Blackley. Isso não impediu, no entanto, que ele se sentisse mal com isso.

“Conforme nos aproximamos dos 20 anos do Xbox, eu sinto a necessidade de, mais uma vez, pedir desculpa aos engenheiros da AMD pela mudança de literalmente último segundo pela Intel. Eu imploro seu perdão, Lisa Su [CEO da AMD].”

Na sequência, Blackley lembra como foi estar ao lado de Bill Gates no palco do anúncio do console da Microsoft e ver na plateia, na primeira fileira, os profissionais da AMD parecendo muito tristes com a traição repentina.

“Nunca vou me esquecer. Eles nos ajudaram tanto nos protótipos. Protótipos que estavam literalmente rodando as demos de anúncio em hardware da própria AMD.”

A volta por cima

Apesar da bola fora da Microsoft, é muito provável que Lisa Su e os engenheiros da AMD tenham superado essa história há algum tempo. Afinal, a marca já é a queridinha do mercado de consoles há um bom tempo.

No PlayStation 4 e Xbox One, foi seu processador Jaguar que deixou a competição para trás. Mais recentemente, a empresa voltou a marcar presença nos aparelhos next-gen, com a CPU baseada em arquitetura Zen 2 e GPU RDNA 2 empoderando tanto o PlayStation 5 quanto o Xbox Series X/S.

Fonte: GameSpot

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *